• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Quinta-feira, 12 de março de 2015, atualizada às 19h08

    Prazo previsto de reabertura do HPS deve ser prorrogado

    hps

    O prazo de dez dias previstos para a reabertura do Centro Cirúrgico do Hospital de Pronto Socorro deve ser prorrogado, conforme assessoria da secretaria de Saúde. As adequações que seriam apresentadas a Vigilância Sanitária no próximo domingo, 15 de março, devem ter uma nova data, prolongando a sobrecarga dos hospitais conveniados ao SUS, em Juiz de Fora. De acordo com a assessoria da Secretaria de Saúde o processo de licitação dos medicamentos e insumos já foi finalizado, mas alguns remédios ainda não foram entregues pelo fornecedor, causando o atraso. Os outros reparos estruturais também estão em andamentos, como o caso do elevador que já passou pelo conserto e teve sua utilização fracionada.

    A Central de Materiais Esterilizados (CME), que também está interditada, já está sendo validada pela vigilância. Enquanto o HPS estiver interditado, as cirurgias eletivas nos hospitais Maternidade e Therezinha de Jesus (HMTJ) e Santa Casa de Misericórdia continuam suspensas, para evitar sobrecarga da rede. A Secretaria de Saúde reforça que após a regularização dos processo, todas as eletivas serão reagendadas.

    As demandas da rede de urgência e emergência, atualmente, são direcionadas para a Santa Casa e o João Felício nos casos de atendimento a cardiologia. Já para o Hospital Maternidade Therezinha de Jesus são destinados os atendimento de politraumatizado, maior causador de encaminhamentos. De acordo com o gerente-geral do HMTJ, Marco Antônio Almeida, a instituição está trabalhando em sua capacidade máxima, com uma reserva mínima operacional para o atendimento da Rede de Urgência e Emergência. "A unidade já está operando com ocupação 70% acima do normal", ressalta.

     


    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.