Segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016, atualizada às 17h57

Centro de Hidratação da Zona Norte começa atendimento nesta segunda-feira

foto

O Centro de Hidratação contra a Dengue da Zona Norte começou a funcionar nesta segunda-feira, 29 de fevereiro, na Unidade de Atenção Primária de Saúde (Uaps) de Benfica. Os atendimentos tiveram atraso, começando no início da tarde. A unidade vai funcionar com a mesma estrutura da região Central, com 20 leitos de hidratação acamada e 60 cadeiras para venosa, capacidade de 300 atendimentos por dia e funcionamento 24 horas.

Da mesma forma que o PAM Andradas, o novo centro vai distribuir o 'kit de hidratação', com medicamento estabelecido pelo Ministério da Saúde, como soro de hidratação e paracetamol para continuidade do tratamento por 48 horas. Qualquer paciente que apresentar sintomas como febre, manchas vermelha pelo corpo e dores deve retirar o encaminhamento para o Centro de Hidratação na Uaps mais próxima de sua casa. O tempo máximo de internação na sala será de até 48 horas.

Conforme a assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde, em 10 dias de atendimento o CHD Andradas realizou o acolhimento de mais de 2.200 usuários. De acordo com o último levantamento do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da Secretaria de Saúde, Juiz de Fora contabiliza 2.553 casos prováveis dengue e, até o momento, são sete óbitos por dengue grave confirmados no município.

Carros fumacê

Nesta segunda-feira​, 29, o carro fumacê estará nos bairros Bela Aurora e Alto dos Passos, das 17h às 21h​, para o combate ao mosquito Aedes aegypti.

O objetivo é eliminar as fêmeas do mosquito, infectadas pelo vírus da dengue, chikungunya e do zika, e, para isso, é necessária a participação de toda a população. Durante a passagem dos veículos e agentes de endemias, a população deve seguir as seguintes orientações: se possível, manter as janelas abertas, abrigar os animais de estimação no interior das residências ou em outro local seguro e tampar os alimentos, para que não sejam atingidos pelo inseticida. Em caso de vento forte e chuvas, as ações serão interrompidas.

Ao total são 7 óbitos no município. De acordo com o último levantamento do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da Secretaria de Saúde, Juiz de Fora contabiliza 2.553 casos prováveis dengue

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.