Sexta-feira, 9 de março de 2012, atualizada às 18h

Assuntos financeiros lideram o ranking de reclamações no Procon em 2011

Da Redação
Dinheiro

A Agência de Proteção e Defesa do Consumidor de Juiz de Fora (Procon/JF), publicou, nesta sexta-feira, 9 de março, o Cadastro de Reclamações Fundamentadas. A lista apresenta uma análise dos 22.433 atendimentos realizados ao longo de 2011.

As 4.652 reclamações cadastradas são divididas em sete áreas. Dentre elas, os assuntos financeiros lideraram o ranking, representando 41,46% do total. Em seguida aparecem: produtos (30,93%), serviços essenciais (15,94%), serviços privados (10,07%), saúde (1,17%), habitação (0,33%) e alimentos (0,11%). Veja aqui o ranking das 18 empresas com maior número de reclamações.

A maioria das queixas apresentadas no Procon são resolvidas com procedimentos sumários, no momento do atendimento, através de contato com os fornecedores por telefone ou email. Porém, existem casos em que somente essa etapa não resulta na solução do problema, e surge a necessidade de abrir um processo administrativo. 

Os textos são revisados por Mariana Benicá

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.