Segunda-feira, 28 de abril de 2014, atualizada às 16h30

Começa a fiscalização de rampas de acessibilidade no Centro de JF

Laura Lewer
*Colaboração

Na tarde desta segunda-feira, 28 de abril, ocorreu a fiscalização de rampas de acessibilidade em Juiz de Fora (vídeo ao lado). A iniciativa, que partiu de um requerimento do vereador Isauro Calais (PMN), contou com a participação de técnicos do Executivo, pessoas com deficiência e membros da Secretaria de Atividades Urbanas (SAU). O objetivo da ação é fazer com que rampas irregulares sejam reparadas ou reconstruídas.

De acordo com o presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD), Harison Felipe Nassar, a iniciativa é indispensável. “Isso já deveria ter sido feito há mais tempo, porque a acessibilidade não é um direito só para a pessoa com deficiência, e sim de todas as pessoas”, afirma.

Segundo Isauro Calais (PMN), o prefeito Bruno Siqueira apoia as inspeções e as mudanças serão feitas o mais rápido possível. “Queremos a adequação das rampas o mais rápido possível, para que as cadeiras possam passar por elas e não ser carregadas, como têm sido”, pontua.

A professora Rita Petronilho, que recentemente sofreu um acidente na rampa em frente a um banco na Avenida Rio Branco, foi atrás de seus direitos depois do acidente. “Entrei com uma ação contra a Prefeitura e felizmente consegui fazer parte desse levantamento. Estamos correndo risco de vida na rua, as pedras portuguesas estão todas soltas e as calçadas não têm reparo. Quero muito que o resultado seja positivo”, conta.


*Laura Lewer é estudante do 7º período de Jornalismo do CES/JF


Começou na tarde desta segunda-feira, 28 de abril, a fiscalização de rampas de acessibilidade em Juiz de Fora. A iniciativa, que partiu de um requerimento do vereador Isauro Calais (PMN), contou com a participação de técnicos do Executivo, pessoas com deficiência e reconstruir rampas que dificultem a acessibilidade.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.