• Assinantes
  • Autenticação
  • Só Sabor
    Felipe Reis Felipe Reis 14/7/2012

    Cremosa e caliente, sopa thai de inhame é enriquecida com o sabor do coco

    SopaTem coisa melhor que sopa em um dia frio? Quando a temperatura cai, sopa vira sinônimo de inverno, esquenta o corpo e até a alma. Aproveite um dia friozinho e experimente fazer a receita de hoje, que, além de trazer novidades é, na verdade, duas em uma.

    Para quem acha sem graça ou não gosta de inhame, nossa sopa thai é um motivo para dar outra chance a ele. Eu mesmo nunca gostei muito. Aliás, na verdade, nunca gostei e ponto. Até que resolvi dar uma incrementada e encontrei o melhor jeito para comer inhame, feliz! A inspiração tailandesa chega com o sabor e perfume da água e do leite do coco.

    Esta sopa é bem versátil. Funciona como prato principal, para até seis pessoas, e pode ser servida em porções menores, como entrada. Em uma hora e quinze minutos está pronta. Demora um pouco, mas garanto que vale a pena.

    Outra marca da comida tailandesa é a pimenta. Entretanto, quando se fala nessa especiaria, a associação com o México, famoso por utilizar vários tipos de pimenta para realçar o sabor de seus pratos, parece inevitável. Então, resolvi acrescentar também um pouco da culinária mexicana para apimentar nossa sopa.

    Escolhida para ser usada na receita e novidade para muita gente, acredito, a pimenta habanero é muito comum no México. Sua faceta cítrica a tornaram ingrediente básico em molhos e comidas calientes. Mas não se engane pelo aroma de damasco da habanero.

    Em 2000, ela era listada pelo Guinness – o livro dos recordes - como a pimenta mais forte do mundo. Seu grau de calor é 20 vezes maior que a dedo de moça e equivale a duas malaguetas.

    Ela já pode ser encontrada em Juiz de Fora, mas caso você prefira trocá-la pela dedo de moça, fique à vontade. Mais abaixo, vou indicar uma proporção para substituir.

    A segunda parte da receita, vem adicionar uma textura crocante à sopa e também pode servir como um curinga na hora de receber os amigos em casa: o crispy de cebola, nada mais que cebola frita, com um pouco de páprica ou natural mesmo, vira um ótimo aperitivo.

    Então, arregace as mangas e vamos lá.

    Ingredientes

    • 1 kg de inhame;
    • 2 dentes de alho;
    • 3 colheres de sopa de azeite;
    • 1 maço pequeno de cebolinha verde;
    • 2 folhas de louro;
    • 1 maço de salsinha;
    • 1/3 de unidade de pimenta habanero amarela sem sementes ou 2 unidades da dedo de moça sem sementes;
    • 1 litro de caldo de legumes/peixe;
    • 200 ml de água de coco;
    • 200 ml de leite de coco;
    • 1 limão;
    • ¼ de colher de sopa de açúcar.

    Para o crispy de cebola

    • 1 cebola grande;
    • ½ xícara de farinha de trigo;
    • óleo para fritar.

    Passo a passo

    Descasque os inhames e pique grosseiramente em pedaços, de médios para pequenos. Reserve. Corte a parte mais clara da cebolinha em rodelas fininhas e guarde o que sobrou para usar mais à frente na preparação.

    Pegue dois dentes de alho. Não precisa descascar. Com as costas da faca ou mesmo com a palma da mão, amasse-os até ouvir o estalo. Já que os alhos vão inteiros e com a casca na panela, isso vai ajudar a liberar o sabor.

    Agora, aconselho o uso de luva para mexer com a pimenta habanero. Como falei, a habanero é uma pimenta extremamente forte e, mesmo depois de lavar as mãos, o ardido intenso vai continuar. Certifique-se se foram retiradas as sementes da pimenta, independente de qual escolha utilizar, e pique-a em cubinhos bem pequenos.

    Em uma panela, aqueça as três colheres de azeite. Em fogo baixo, doure a parte branca da cebolinha, picada em rodelas. Depois de dois a três minutos, acrescente os alhos amassados, a pimenta que você escolheu e ¼ de colher de sopa de açúcar. Doure por mais três minutos. Acrescente os inhames picados e refogue.

    Em seguida, faça uma trouxinha com as duas folhas de louro e o maço de salsinha. Amarre tudo com um barbante e jogue na panela com os inhames. Misture.

    Coloque na panela 200 ml de água de coco e, mais ou menos, ¾ do caldo. O restante será usado para ajustar a consistência no final. Você pode usar só caldo de legumes. Fica uma delícia. Porém, se quiser arriscar um pouco, use o caldo de peixe. Ele ajuda a compor a "pegada" tailandesa da sopa. Experimente a proporção: 900 ml de caldo de legumes e 100 ml de caldo de peixe. Tampe a panela. Entre 12 a 15 minutos o caldo terá engrossado um pouco e os inhames estarão cozidos.

    Desligue o fogo e retire o maço de ervas e os alhos. Separe uma pequena porção de inhame para colocar depois na sopa e, além do líquido, sentir uns pedaços. Bata a sopa no liquidificador com a parte verde da cebolinha que separamos lá no começo.

    Lembra daquele resto do caldo? Se na hora de liquidificar, a sopa ficar muito pastosa, utilize um pouco dele para conseguir bater tudo e deixá-la cremosa. Despeje de volta na panela e misture com o resto do caldo. Aí vai do seu gosto. Se preferir mais espessa, coloque menos caldo. Adicione os pedaços de inhame reservados e leve novamente ao fogo baixo, sem tampar a panela.

    Acrescente ¾ do leite de coco, o suco de ½ limão e mexa. Após três minutos, os sabores estarão incorporados. Desligue o fogo e tampe a panela. Experimente e acerte o sal, se necessário. Veja que ele não foi nem listado nos ingredientes. Eu não coloco porque o caldo de legumes ou peixe vem salgado. Além disso, ele é bastante dispensado em pratos à base de caldos da culinária tailandesa justamente por isso.

    Em um copo, misture o resto do leite de coco (1/4) com o suco da outra metade do limão e reserve para, ao servir, finalizar com um toque especial. Na montagem, ele será colocado por cima e em pequena quantidade, com o auxílio de uma colher.

    A sopa está pronta, mas ainda não terminamos! Vamos ao crispy de cebola.

    Esquente óleo para fritar. Descasque uma cebola grande, corte em fatias finas e misture com ½ xicara de farinha de trigo. Aperte bem para retirar a umidade da cebola. Com o óleo não muito quente, frite. Retire quando estiver bem dourada. Quando frita muito fica marrom e o gosto tende a ser amargo.

    Sirva a sopa com a cebola no topo e fatias de pão para acompanhamento.

    Nos encontramos na próxima.

    1 kg de inhame 2 dentes de alho 3 colheres de sopa de azeite 1 maço pequeno de cebolinha verde 2 folhas de louro 1 maço de salsinha 1/3 de unidade de pimenta habanero amarela sem sementes ou 2 unidades da dedo de moça sem sementes 1 litro de caldo de legumes/peixe 200 ml de água de coco 200 ml de leite de coco 1 limão 1/4 de colher de sopa de açúcar. 1 cebola grande 1/2 xic de farinha de trigo óleo para fritar Descasque os inhames e pique grosseiramente em pedaços, de médios para pequenos. Reserve. Corte a parte mais clara da cebolinha em rodelas fininhas e guarde o que sobrou. Pegue dois dentes de alho. Com as costas da faca ou mesmo com a palma da mão, amasse-os até ouvir o estalo. Retire as sementes da pimenta e pique-a em cubinhos bem pequenos. Em uma panela, aqueça as três colheres de azeite. Em fogo baixo, doure a parte branca da cebolinha, picada em rodelas Depois de dois a três minutos, acrescente os alhos amassados, a pimenta e 1/4 de colher de sopa de açúcar. Doure por mais três minutos. Acrescente os inhames picados e refogue. Em seguida, faça uma trouxinha com as duas folhas de louro e o maço de salsinha. Amarre tudo com um barbante. Jogue na panela com os inhames. Misture. Coloque na panela 200 ml de água de coco e, mais ou menos, ¾ do caldo. Tampe a panela. Entre 12 a 15 minutos o caldo terá engrossado um pouco e os inhames estarão cozidos. Desligue o fogo e retire o maço de ervas e os alhos. Separe uma pequena porção de inhame para colocar depois na sopa. Bata a sopa no liquidificador com a parte verde da cebolinha que separamos lá no começo. Lembra daquele resto do caldo? Se na hora de liquidificar, a sopa ficar muito pastosa, utilize um pouco dele para conseguir bater tudo e deixá-la cremosa. Despeje de volta na panela e misture com o resto do caldo. Adicione os pedaços de inhame reservados e leve novamente ao fogo baixo, sem tampar a panela. Acrescente 3/4 do leite de coco, o suco de 1/2 limão e mexa. Após três minutos, os sabores estarão incorporados. Desligue o fogo e tampe a panela.  Em um copo, misture o resto do leite de coco (1/4) com o suco da outra metade do limão e reserve para, ao servir, finalizar com um toque especial. Esquente óleo para fritar. Descasque uma cebola grande, corte em fatias finas e misture com ½ xicara de farinha de trigo. Aperte bem para retirar a umidade da cebola. Com o óleo não muito quente, frite. Retire quando estiver bem dourada. Sirva a sopa com a cebola no topo e fatias de pão para acompanhamento. Sirva a sopa com a cebola no topo e fatias de pão para acompanhamento.

    Mais receitas



    Felipe Reis é jornalista, pós-graduando em Comunicação Empresarial, trabalha com consultoria de comunicação na área política e aventura-se pela cozinha. Acredita que cozinhar é uma saída criativa que desperta os sentidos no fim de longos dias.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.