Terça-feira, 26 de agosto de 2014, atualizada às 12h47

Secret muda regras para se adequar à legislação brasileira

Após uma decisão judicial determinar que o aplicativo Secret saia das lojas de aplicativos dos dispositivos Android e iOS, os próprios organizadores do polêmico app decidiram realizar pequenas alterações para se adequarem à legislação brasileira e, consequentemente, evitarem novas polêmicas com a justiça e usuários.

A partir da atualização - já disponível para Android e que será lançada para iOS na volta à App Store, será vedada a publicação de segredos utilizando nomes próprios e fotos da galeria do smartphone. A ação visa coibir que imagens que deveriam ser privadas sejam usadas indevidamente e que pessoas sejam difamadas na rede social, através de um sistema que foi incrementado e passa a detectar palavras-chave, como nomes, sentimentos e fotos pessoais. As fotos agora virão do Flickr.

Outra novidade será a possibilidade de fazer enquetes para os amigos secretos. Ao criar um post, o usuário pode fazer uma pergunta simples a ser respondida com "sim" ou "não". Também será possível acessar métricas para ver como outras pessoas ao redor do mundo responderam à questão. Porém, a novidade ainda não chegou ao Android.

Com informações do TechTudo.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.