• Assinantes
  • Autenticação
  • Zona Pink
    Sexta-feira, 2 de outubro de 2015, atualizada às 16h57

    Mineira, Kathlyn Kaymon vai representar o estado do Maranhão

    Angeliza Lopes
    Repórter
    miss

    Kathlyn Kaymon acredita que o concurso que será realizado no dia 11 de outubro, na praça Antônio Carlos, veio para quebrar estereótipos e oferecer espaço para as transformistas plus size que sempre estiveram escondidas por causa do dito "padrão de beleza ideal". Mineira, de Juiz de Fora, a cabeleireira e maquiadora vai representar o Maranhão. "Como já existia uma candidata de Minas, optei por representar o estado nordestino", explica.

    Ela conta que sempre almejou participar do concurso, mas nunca teve coragem por medo de sofrer algum tipo de preconceito pelo seu corpo. Agora, com o Miss Brasil Gay Plus Size vou poder realizar esse sonho e espero sair de lá vitoriosa, levando comigo a honra de representar o meu país nessa categoria".

    Mesmo carregando consigo a vontade de ser a merecedora do título e da coroa, ela entende que todas as candidatas são merecedoras. "Todas nós apresentaremos para a sociedade um novo conceito no mundo LGBTT, mas, infelizmente, somente uma representará o Brasil como a Miss Plus Size Gay. Então que vença a melhor!".

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.