• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade

    Avalanche de terra destrói oito casas e soterra 20 pessoas na divisa do Rio com Minas GeraisCerca de 20 casas estão em situação de risco em Jamapará, distrito de Sapucaia. Oito óbitos foram confirmados

    Aline Furtado
    Repórter
    9/1/2012. Atualizada às 18h55

    Foto do deslizamento

    Pelo menos 20 pessoas estão soterradas e oito casas desmoronaram em Jamapará, distrito de Sapucaia, localizado na divisa dos estados do Rio de Janeiro com Minas Gerais, próximo à cidade de Além Paraíba, também atingida. Oito óbitos foram confirmados, sendo seis adultos e duas crianças. A avalanche de terra desceu por volta das 4h desta segunda-feira, 9 de janeiro, na rua Balbina Teixeira de Assis.

    Segundo o coordenador da Defesa Civil de Sapucaia, Marco Antônio Teixeira Francisco, a topografia do local facilita deslizamentos de terra. As casas foram construídas em uma encosta, entre a estrada e o rio. "A chuva é ininterrupta desde as 16h do último domingo [dia 8]. O morro não desceu por completo. Isso faz com que fiquemos em alerta. Cerca de 20 casas estão em situação de risco e aproximadamente 30 moradores foram orientados a sair."

    De acordo com o coordenador, moradores que tentaram se proteger em veículos acabaram sendo levados em meio à lama. Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Guarda Municipal estão empenhados nos trabalhos em Jamapará. O distrito tem 150 pessoas desalojadas.

    "Por volta de meia noite, alguns moradores verificaram rachaduras em seus imóveis. Algumas horas depois, o morro desceu, levando tudo o que havia pela frente, ruas, carros e casas. O cenário é de caos. Muita lama, trânsito completamente parado, falta de energia e de telefonia fixa", destaca o motorista Fábio Henrique Kneip Soares, que mora a cerca de 20 metros do local atingido.

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.