• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Terça-feira, 1 de março de 2016, atualizada às 17h

    Dois homens são presos por envolvimento em homicídio tentado e consumado no bairro Vila Montanhesa

    Angeliza Lopes
    Repórter
    foto

    A Polícia Civil apresentou, nesta terça-feira, 1° de março, dois suspeitos, de 20 e 25 anos, de envolvimento na morte de um rapaz, 25, e de outro homicídio tentado, no bairro Vila Montanhesa, próximo ao bairro Grama. O titular da Delegacia Especializada de Homicídios, delegado Rodrigo Rolli, conta que moradores e familiares das vítimas estavam sofrendo ameaças, por isso representou à Justiça o pedido de mandado de prisão temporária dos dois rapazes, além de mandados de busca e apreensão, que foi concedido.

    O cumprimento do mandado de prisão do mais velho foi feito pela Polícia Militar, no último domingo, 28, já o outro foi detido pelos investigadores da Polícia Civil na segunda, 29. Eles foram levados para o Ceresp.

    Além deles, outros dois adolescentes também participaram da execução da primeira vítima, 25 anos, ocorrida no dia 5 de fevereiro, no escadão do bairro. Um destes menores, 17, confessou participação no crime e será apresentado na Vara da Infância e Juventude. "As mediações do bairro Grama não possuí histórico de crimes violentos. O problema estourou no final de janeiro, quando um dos adolescentes não pagou parte da droga que tinha retirado da primeira vítima assassinada. Temendo as ameaças do jovem, os quatro armaram uma emboscada e cometeram o homicídio", explica.

    Já o outro jovem, 18, que sofreu tentativa de homicídio, no último dia 20, e permanece internado no Hospital de Pronto Socorro (HPS), era amigo da primeira vítima. Neste caso, os garotos não estariam envolvidos e o os dois presos atiraram contra o rapaz de uma moto. Rolli diz que, possivelmente, a vítima ficará sem o movimento das pernas.

    "A rivalidade no bairro está aflorada e mesmo presos, os dois dizem que o conflito só está começando, por isso estamos monitorando os outros comparsas desta dupla e caso reajam de alguma forma, vamos pedir a prisão deles também. Estamos a favor dos moradores e vamos agir para evitar que este problema se alastre", destaca o delegado.

    Outro homicídio

    Outro homicídio cometido no dia 13 de fevereiro também teve suspeito preso, 28 anos. O caso aconteceu na esquina da rua São Sebastião com a Getúlio Vargas. Conforme o boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), o homem, de 42 anos, morreu após ser atingido no pescoço com pedaço de piso quebrado.

    O suspeito, que é morador de rua, foi preso em Três Rios por outros motivos, mas acabou confessando o crime cometido em Juiz de Fora. Ele contou que teria começado a brigar com o homem por motivos banais e acabou atingindo a vítima com o objeto pontiagudo. O monitoramento feito através das câmeras do Olho Vivo chegou a registrar o suspeito com o material usado no crime.

    "Agora só estou aguardando a cópia da oitiva do suspeito confessando o crime para encerrar o inquérito e remeter ao judiciário, pedindo a prisão preventiva".


    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.