Economize energia utilizando a luz natural Economia de energia pode ser pensada antes
mesmo da constru??o do im?vel


*Guilherme Ar?as
Colabora??o
24/07/2007

Ainda como reflexo do apag?o de energia, ocorrido no final dos anos 90, no Brasil, e do aquecimento global em voga, a economia de energia ? um tema que ganha destaque em todo o mundo.

Muitos brasileiros trocaram as l?mpadas incandescentes pelas fluorescentes, controlaram o tempo do banho quente e come?aram a passar roupas em grande quantidade para evitar usar o ferro v?rias vezes.

At? as geladeiras ganharam classifica?es de acordo com o n?vel de energia consumida. Mas ser? que antes da obra, j? podemos come?ar a pensar em economia de energia em uma edifica??o?

O professor do Departamento de Engenharia de Produ??o da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Eduardo Breviglieri (foto abaixo), afirma que sim. Ele desenvolve o projeto "acoplamento dos sistemas de ilumina??o natural e artificial para obten??o de efici?ncia energ?tica do ambiente constru?do".

A id?ia ?, atrav?s de um software, fazer as simula?es do comportamento da luz do sol em um determinado ambiente a ser projetado.

Professor Eduardo "A luz ? um dos poucos recursos naturais que n?s temos gratuitamente. Mas, muitas vezes, n?o nos damos conta de que n?o precisamos da energia artificial em todos os momentos e ambientes. A utiliza??o de janelas e clarab?ias, por exemplo, em ambientes que permitam esse tipo de constru??o, pode ser uma alternativa ?s luzes artificiais", defende o professor.

O software desenvolvido por Eduardo faz justamente o trabalho de estudar as melhores formas de utilizar uma janela, por exemplo, para que a luz do sol ilumine o interior do ambiente da forma mais eficiente poss?vel. A economia de energia pode chegar a 40%, caso sejam seguidos todos os crit?rios de aproveitamento da luz natural.

Para que o programa gere os resultados da efici?ncia energ?tica, leva-se em considera??o a posi??o geogr?fica da cidade, o tamanho do terreno e das paredes, as propor?es das janelas daquele determinado ambiente, entre outros fatores. O resultado ? divulgado instantaneamente e permite prever, em cada m?s do ano, como a luz solar vai agir dentro de um determinado espa?o. Veja como funcionam algumas partes do programa, clicando nos links abaixo:

O professor afirma que a id?ia do projeto ? simples e barata. "A parte el?trica custa cerca de 25% do total da obra. O arquiteto pode gastar um tempo a mais para usar o programa, mas quem for utilizar aquele ambiente vai economizar dinheiro em energia", afirma. O software ainda n?o est? dispon?vel para comercializa??o, mas Eduardo se disponibiliza a orientar, gratuitamente, projetos arquitet?nicos que tenham o interesse em aproveitar a luz natural.

Foto de uma janela aberta, deixando a luz entrar Segundo Eduardo, a populariza??o desse tipo de estudo pr?vio depende de investimentos. "Se o Governo Federal implantasse um sistema de classifica??o das edifica?es em rela??o ? sua efici?ncia energ?tica, como acontece, hoje, com as geladeiras, n?s poder?amos tornar esse procedimento mais comum. Mas atualmente s? as grandes empresas t?m se preocupado com essa quest?o, at? mesmo como estrat?gia de marketing", comenta.

Para quem n?o pretende construir, mas se interessou em utilizar a luz natural para iluminar seu ambiente, o professor d? a dica de desligar as l?mpadas dos locais onde a luz solar incida com maior intensidade. Assim podemos aproveitar um dos poucos recursos naturais que ainda nos s?o gratuitos, ajudamos a preservar a natureza e economizamos na conta de luz no final de cada m?s.

*Guilherme Ar?as ? estudante de Jornalismo da UFJF