Ir para a fila bem cedo, esperar por um bom tempo e não conseguir a marcação da consulta que necessita. Segundo moradores dos bairros da região Sudeste de Juiz de Fora, atendidos na Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vila Ideal, essa é a rotina deles nas últimas semanas.

Uma moradora entrou em contato comigo pedindo ajuda. Ela contou que há somente um médico atendendo na unidade e não está dando conta da demanda enorme de pacientes. Com isso, há demora para conseguir uma consulta.

Essa moradora registrou vídeos em que mostra outras pessoas na fila, esperando pelo atendimento e pela marcação de uma consulta.

Josiane mostra num dos vídeos uma outra moradora. A idosa está com alguns papéis nas mãos e já tentou marcar a consulta outras vezes. Sempre sem conseguir.

Ainda segundo os moradores, um dos médicos está de férias e outro de licença médica, restando apenas um no atendimento. O que atrasa as marcações de consultas.

Segundo os moradores, o clima está tenso na UBS, com os funcionários reclamando de sobrecarga de trabalho e das reclamações frequentes dos usuários.

Entrei em contato com a prefeitura para saber se há falta de médicos na unidade e se há alguma solução prevista para os problemas relatados pelos moradores da região. Em nota, a assessoria de imprensa respondeu que "a Secretaria de Saúde informa que não procede a informação de que a UBS Vila Ideal está sem médico. Neste momento, um profissional presta atendimento aos usuários referenciados pela unidade. A Prefeitura de Juiz de Fora já está finalizando o processo de contratação de dois novos médicos para a UBS."

Na Ouvidoria de Saúde do Município, constam reclamações semelhantes referentes a outras Unidades Básicas de Saúde de Juiz de Fora, mas até manhã desta sexta-feira, 03/03, não havia registros relacionados à UBS Vila Ideal.

Esse é uma situação complicada. Profissionais da Saúde que trabalham no SUS estão se aposentando e a reposição não é tão rápida, depende de uma série de procedimentos que o município tem que cumprir.

Mas, talvez a Prefeitura e a Câmara Municipal possam avaliar a possibilidade de um planejamento nesse sentido. Para agilizar a reposição de servidores que se aposentam.

A fila de espera gera insatisfação nos pacientes e estresse nas equipes de saúde que ficam na mira da população insatisfeita.

Arte - Coluna Michele

COMENTÁRIOS: