• Assinantes
  • Cultura
    Ana Paula Ladeira Ana Paula Ladeira 16/10/2014

    Público infantil na mira de gigantes

    Empresas do setor audiovisual apostam no licenciamento de seus produtos e focam nos pequenos telespectadores

    tvQuem tem filhos na idade escolar já sabe da popularidade de alguns personagens da televisão e do cinema. Roupas, brinquedos, material escolar, produtos de higiene pessoal e de alimentação – tudo o que leva estampada a referência a algum personagem popular custa um pouco mais caro, mas faz muito sucesso com a garotada.

    Mais uma vez, a Expo Licensing Brasil, uma feira nacional de licenciamento de marcas, comprovou a importância das temáticas infantis no setor. Na premiação anual, realizada há duas semanas, os grandes astros do licenciamento foram a porquinha Peppa, Frozen, Homem-aranha e Monster High. O resultado da premiação não apresentou surpresas, pois reflete o sucesso de programas de televisão e filmes entre a garotada, que hoje em dia tem domínio do controle remoto e transforma canais como Discovery Kids, Cartoon Network e Disney Channel em líderes de audiência na TV por assinatura.

    Segundo a Abral, Associação Brasileira de Licenciamento, cerca de 70% das 600 marcas licenciadas no Brasil são voltadas para o público infantil. E engana-se quem pensa que o licenciamento de produtos representa uma fatia pequena do faturamento total de uma empresa de audiovisual. Segundo informações divulgadas pela revista Tela Viva, os 400 produtos licenciados da famosa Galinha Pintadinha já representavam metade do faturamento da Bromélia Produções. Aliás, a marca Galinha Pintadinha foi o grande destaque do prêmio Licensing Brasil no ano passado. Por sua vez, a Globo Marcas continua investindo no público infantil, através dos produtos do Sítio do Picapau Amarelo. Segundo a revista Tela Viva, ao longo de 10 anos, a Globo já fechou 300 contratos e lançou mais de mil produtos em parcerias com empresas. O sucesso é tanto, que mesmo não fazendo mais parte de sua grade de programação, a emissora continua investindo nesta marca. Já o SBT investe em marcas como Chiquititas, Carrossel e Chaves, obtendo grande sucesso entre o público infanto-juvenil.

    Segundo a Abral, hoje o nosso país está entre os seis com maior faturamento neste setor, ao lado de mercados como os Estados Unidos, Japão, Inglaterra, México e Canadá. A previsão é que o faturamento do Brasil em 2014 chegue a 12 bilhões e 980 milhões de reais. Nada mal para um mercado tão movimentado por crianças, que ainda estão aprendendo a lidar com seu poder de escolha.


    Ana Paula Ladeira é Jornalista pela Universidade Federal de Juiz de Fora e Doutora em Comunicação Social pela Universidade Federal Fluminense. Pesquisa assuntos relacionados especialmente à TV.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.