Quarta-feira, 14 de janeiro de 2015, atualizada às 16h45

Eleitos representantes da Corte Real do bloco "Recordar é Viver"

Lucas Soares
Repórter

Em um animado desfile de Carnaval na tarde desta quarta-feira, 14 de janeiro, no Centro de Convivência do Idoso (CCI), foram escolhidos os representantes da Corte Real do tradicional bloco "Recordar é Viver", que busca resgatar os antigos carnavais em Juiz de Fora.

A primeira disputa da tarde foi para a escolha da dupla de Mestre-Sala e Porta-Bandeira do bloco, vencendo o casal Carlos Augusto da Silva, 60, e Angelina Ribeiro, 70. De acordo com Silva, a alegria é imensa por vencer logo em sua primeira participação. "O segredo para a vitória é muita alegria, muita vontade, muito agradecimento à Deus pela vitória e o resto a gente vai sentindo com o acontecer do momento", comenta.

Já para Angelina, foi preciso disposição para conseguir a vitória. "É uma honra muito grande carregar esse estandarte. A gente participa de tudo aqui dentro, então foi uma alegria muito boa. Eu já fui Porta-Bandeira em 2009 e agradeço a Deus por essa vitória", revela.

A disputa mais concorrida era para o cargo de Rei e Rainha do bloco. Com três casais na disputa, quem levou a melhor foram Haroldo Vasconcellos, 78, que já foi Mestre-Sala por seis anos, e Thereza Sant'anna, 65. "É com muita alegria e satisfação que recebemos à coroa. Queremos deixar todo mundo alegre, nada de tristeza. Espero estar muito tempo ainda, idade não tem nada a ver", comemora Vasconcellos. Thereza também fala que está muito alegre com a escolha. "Nós merecemos por que tínhamos muita simpatia. Eu não queria, mas acabou dando no que deu. Estou muito feliz,felicíssima!", diz.


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.