Rafaela Alves Rafaela Alves 4/08/2015

Fique por dentro: Danças Urbanas

Olá leitores queridos! Como estão? A coluna desse mês traz mais um professor e dançarino destaque na nossa cidade. Guto Baruk vai falar um pouco sobre sua trajetória e também explicar um pouco sobre as Danças Urbanas e seus benefícios.

Nome: José Augusto Teixeira (Guto Baruk)

Artista Dançarino pelo SATED MG - DRT:8745/MG

Idade: 29 anos

Natural de Pouso Alegre MG , morando atualmente em Juiz de Fora MG

Desde criança sempre gostei de música e dança, lembro que quando passava algum clipe que tinha dança eu ficava extasiado, principalmente se fosse do Michael Jackson. Meu primeiro contato com a dança foi através de amigos do bairro e do colégio. Levávamos rádio para o colégio e nos intervalos para o lanche nos reuníamos no pátio, abríamos uma roda e lá compartilhávamos a nossa dança, cada um do seu jeito, cada um com seu estilo. Aos 14 anos tive a primeira experiência com um grupo de dança chamado "Estilo de Rua" e desde ali nunca mais parei.

No ano seguinte participei de outros dois grupos da cidade, Grupo "Break Soul Crew" e Grupo "Mano a Mano" onde tive grandes conquistas. Com o grupo Mano a Mano participei de programas de TV e grandes festivais, como: Programa Raul Gil em (2002 e 2004), Festival de Danzas del Mercosul - Puerto Iguazu (Argentina), Assunção (Paraguai) e Foz do Iguaçu (Brasil) em 2002, 2005 e 2008. Festival Meeting Hip Hop em Valinhos/SP (2005), Festival Internacional de Hip Hop - Curitiba/PR (2005), entre outros.

Eu acredito que não escolhi ser um professor, e sim a dança me escolheu pra isso. O fato de eu ter participado do programa Raul Gil me abriu muitas portas. As coisas aconteceram muito rápidas e espontâneas. Minha primeira experiência como professor foi na "Action Academia" em Santa Rita do Sapucaí/MG por quase 2 anos, ministrando aulas de dança e Jump Fit.

Em seguida me tornei professor de dança de rua e lambaeróbica no projeto cultural "Em Dança" na Escola e Periferia por dois anos consecutivos em Pouso Alegre/MG.

Coreografei e participei como dançarino em bandas como: "Lex Luthor" de Divinópolis/MG - "Master Banda Show" de Cambui/MG - Banda "Projeto Final" de Lavras/MG e Banda "Fator RG7" de Divinópolis, sendo que com a ultima participei, também, do Programa ASTROS do SBT em 2012.

Em 2008 me mudei para a cidade de Divinópolis/MG, onde junto com Cléber Santos fundamos o grupo "SubUrbano" (ativo até o momento) com alunos da escola Rose Ballet, onde dei aula por 3 anos . Com o grupo participamos de Festivais tais como: Festival de dança de Joinville/SC (2008, 2009 e 2010) - Passo de Arte de Indaiatuba/SP, Encontro de Dança de Nova Lima/MG, entre outros.

Em 2010 Obtive Parecer favorável da Comissão de Capacitação Profissional, pelo Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado de Minas Gerais (SATED/MG), para exercer a profissão de Artista desempenhando a função de Dançarino. DRT:8745/MG

Em 2011 me mudei para Juiz de Fora/MG com novos propósitos.

Hoje ministro aulas nos melhores Studios de dança da cidade:

- Studio de dança Vivian Mockdece;

- Advance Centro Integrado de Dança;

- Studio de Danças Rafaela Alves;

- Fundação Futuro Brasil em Santos Dumont/MG (Projeto Social).

As Danças Urbanas, também conhecida como Street Dance, não é um único estilo de dança, mas na verdade um termo que engloba vários estilos como Hip Hop, Breaking, Popping, Locking, House, Waking, Krump, Dancehall, etc. Apesar de "Street " em Português significar "Rua", para os Americanos ela não tem exatamente essa conotação, porque, neste caso, Street Dance significa "Dança Urbana", porém não quer dizer exatamente que ela foi inventada ou dançada nas ruas, sendo apenas o Breaking criado nas ruas. Os demais estilos de dança tiveram diferentes ambientes para sua criação como clubes, danceterias, programas de TV e concurso de talentos.

Essa dança traz diversos benefícios:  desenvolvimento físico/motor, cognitivo, social e afetivo; estimula as funções psicomotoras; desenvolve as sensibilidades musicais e rítmicas; facilita o convívio em grupo; desenvolve a criatividade e proporciona a aquisição de um corpo ágil, flexível e sadio. Dentre esses benefícios também se observa um aumento na resistência cardiovascular, a queima de calorias e o gasto energético.

A Dança Urbana também pode ser praticada por crianças já que favorece a comunicação e interação com as pessoas ao redor. A criança necessita sentir, expressar e brincar.

A Dança, além de mobilizar o potencial expressivo, torna a criança consciente de suas ações e atitudes corporais.

A vivência por meio da dança contribui bastante para o desenvolvimento saudável , desenvolve habilidades, favorece a formação de conceitos, estimula a interação social, organiza gestos e movimentações cotidianas, desenvolve a orientação de tempo e espaço, preserva e estimula a criação e imaginação. Enfim, a dança é uma manifestação artística que contribui para a formação intelectual, física e emocional do ser humano.

"Eu não saberia dançar se não houvesse tentado, tente você também!"

(Guto Baruk)

E aí, depois de saber um pouquinho mais sobre esse incrível profissional e sobre essa modalidade super especial de dança, quem sabe você não se anima a espantar o frio dançando? Deixe a dança te surpreender! Permita-se!

Volto no mês que vem com mais novidades sobre o mundo da dança!


Rafaela Alves é professora e bailarina de Dança do Ventre e Folclore Árabe desde 2001. Conquistou o padrão de qualidade em dança da renomada Casa de Chá Khan el Khalili/SP em 2013. Proprietária do Studio de Danças Rafaela Alves. Formada em Direito pela UFJF.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.