Nome do Colunista Rafaela Alves 9/01/2016

O que você quer para 2016?

fotoO ano de 2015 se foi... E 2016 chegou com 366 dias esperando por nós. Nessa época, fazemos parte de muitas tradições: pulamos sete ondinhas, comemos uva, fazemos a simpatia da romã, e por aí vai... Há um ritual. Queremos paz, positividade, saúde, prosperidade.

Mas sempre fica um questionamento: o que você vai fazer para que seus desejos se concretizem nesse novo ano? Esses dias, li uma frase que dizia assim: "o ano não será novo se você for o mesmo". E é bem verdade.
Pensar positivo, mentalizar coisas boas ajuda muito. Faz a gente olhar o mundo com bons olhos e assim a vida flui mais leve. Mas nada, nadinha mesmo, vai cair no seu colo em 2016 ou em qualquer outro ano. Então, comece a pensar no que efetivamente falta para que você conquiste os desejos que fez na virada do ano.

Pode ser que alguns deles não sejam alcançados tão imediatamente (o ano passa muito rápido), mas todo caminho começa com um primeiro passo. Se no final desse ano, você não estiver com seu desejo realizado, com certeza estará mais perto do que está hoje. Lembre-se sempre de que a luta faz a vitória muito mais saborosa. E se várias são as lutas para quem almeja uma vida melhor, use aquela positividade para não perder a doçura no dia a dia. Alegre-se com as delicadezas. Porque a beleza não está só no fim almejado. Ela está presente em todo o processo. Basta saber perceber.

E se você quer dançar, comprar um carro, ter mais saúde, comer melhor, parar de fumar, comprar a casa própria, ser uma pessoa mais paciente, se dedicar a algum trabalho voluntário, ter mais tempo livre, entre outros tantos desejos, a minha dica é COMECE. Agora e sem desculpas. No fim do ano, tenho certeza que vai ter valido à pena!


Rafaela Alves é professora e bailarina de Dança do Ventre e Folclore Árabe desde 2001. Conquistou o padrão de qualidade em dança da renomada Casa de Chá Khan el Khalili/SP em 2013. Proprietária do Studio de Danças Rafaela Alves. Formada em Direito pela UFJF.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.