• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Quarta-feira, 25 de novembro de 2009, atualizada às 13h

    Recuperação dos prédios históricos do Museu Mariano Procópio está prevista para 2011

    Pablo Cordeiro
    *Colaboração

    A Fundação Museu Mariano Procópio (Mapro) apresentou na última terça-feira, 23 de novembro, o projeto de restauração do acervo, construção de um novo centro cultural e abertura da parte superior do parque. O aporte esperado pela Fundação é de R$ 30,5 milhões, de acordo com o Plano Plurianual do município, período de 2010 a 2013. A verba garantida atinge 10%, cerca de R$ 3,5 milhões.

    Segundo o diretor da Mapro, Douglas Fasolato, a expectativa de conclusão dos dois prédios históricos, a Villa Ferreira Lage (1861) e o prédio Mariano Procópio (1927), está prevista para 2011. "Parte do recurso para a restauração dos prédios está assegurada. Pretendemos finalizar as obras para as comemorações dos 150 anos de construção da estrada União Indústria, empreendimento do Comendador Mariano Procópio Ferreira Lage."

    Para o prédio Mariano Procópio, fechado desde janeiro de 2008, o valor da verba proveniente do Ministério do Turismo (Mtur) é de R$ 1,210 milhões, sendo R$ 210 mil a contrapartida da Prefeitura. No prédio, um recurso de R$ 41 mil, vindo da Associação Cultural de Apoio ao Museu Mariano Procópio (ACAMMP), será revertido para a reforma do acervo, pintura, piso e religação da ventilação mecânica da reserva técnica. O segundo convênio é da ordem R$ 1,170, sendo R$ 975 mil do Mtur e R$ 195 mil de contrapartida. O recurso será direcionado para a Villa Ferreira Lage, fechada desde março de 2008, onde as obras preveem recuperação do telhado, do piso, do forro, das canaletas e dos condutores.

    Fasolato destaca que as obras serão feitas até 2012, mas não garante a conclusão das metas. "Este projeto sonhado é o ideal. Envolve a construção do novo centro cultural administrativo e a abertura da parte alta do parque (cerca de 60% do terreno total) para visitação. Prevê também a retomada de cursos educativos culturais e criação de cursos de capacitação de mão-de-obra especializada no patrimônio, deficitária na região."

    O restante do investimento assegurado representa R$ 217.493, sendo R$ 43.498 em contrapartida, proveniente do Fundo Nacional de Cultura, para a exposição "Histórias Encontradas: França", agendada para setembro de 2010. O governo estadual confirmou o repasse de R$ 687 mil, sendo R$ 68 mil de contrapartida, para a restauração das fachadas do Prédio Mariano Procópio. No período de julho a outubro de 2008, quando o parque esteve aberto, o número de visitas atingiu 235 mil de pessoas.

    Clube Ecológico

    O projeto Clube Ecológico já possui verba de R$ 45 mil garantida para sua reativação. O projeto tem o objetivo de conscientizar os participantes sobre a importância do meio ambiente, além de apresentar a fauna e flora do parque. Para Fasolato, a verba será responsável pela ampliação do projeto já com previsão de retorno em 2010. "A prioridade é atender um maior número de crianças que participam de programas sociais e alunos de escolas públicas", ressalta. A verba é proveniente da ACAMMP, pelo Fundo Estadual de Defesa de Direitos Difusos (Fundif).

    *Pablo Cordeiro é estudante do 9º período de Comunicação Social da UFJF

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.