• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Festival Primeiro Plano apresenta seis longas e mais de 50 curtas Este ano, a mostra, intitulada Olhar de novo, pretende resgatar o que já foi abordado ao longo de dez anos

    Aline Furtado
    Repórter
    25/11/2011
    Filmes

    Tem início na próxima segunda-feira, 28 de novembro, a décima edição do Primeiro Plano - Festival de Cinema de Juiz de Fora e Mercocidades. A mostra, que prossegue até o dia 3 de dezembro, apresenta seis longas-metragens e mais de 50 curtas em sessões gratuitas exibidas em salas de cinema localizadas na rua Moraes e Castro, 300, no Alto dos Passos.

    Este ano, a mostra, intitulada Olhar de novo, pretende resgatar o que já foi abordado ao longo de dez anos, além de apresentar nomes do cinema tanto do Brasil quanto do cenário latino-americano.

    Uma forma de coroar os dez anos de festival será a realização da eleição denominada O melhor de todos os tempos, que vai promover uma disputa entre todos os vencedores da categoria regional de todas as edições. A votação será por meio de voto popular, podendo ser feita no site do evento. Segundo o coordenador geral do festival, Aleques Eiterer, a mostra é vista como uma oportunidade de troca de experiências. "Há produções de várias partes do Brasil e de fora também. É uma verdadeira troca entre pessoas."

    Na segunda-feira, 28 de novembro, a abertura será feita com a exibição dos curtas Luminaris, uma animação do argentino Pablo Zaramella; Bomba, de Francisco Franco, vencedor, com Cachorro Morto da edição de 2010; além de A hora e a vez de Augusto Matraga, de Vinicius Coimbra, vencedor do Festival do Rio, faturando, ainda, o troféu para o ator João Miguel e para o ator coadjuvante, José Wilker, além de um prêmio especial para Chico Anysio.

    De terça-feira, 29, até quinta-feira, 1º de dezembro, será a vez de estreantes apresentarem seus trabalhos na mostra competitiva regional. As exibições estão marcadas para as 17h. Os curtas vencedores nessa categoria nos nove anos anteriores concorrem ao prêmio Melhor do melhores. A votação prossegue até a sexta-feira, dia 2, na internet. No mesmo período, às 19h, será a vez da mostra competitiva nacional.

    Ainda na terça-feira, 29, o público poderá conferir o longa-metragem Trabalhar cansa, de Marco Dutra e Juliana Rojas. O filme mostra a complicada relação que se forma entre uma mulher que decide abrir um negócio próprio, seu marido desempregado e uma empregada doméstica contratada para cuidar da casa.

    Na quarta-feira, 30, é a vez da estreia do longa Malditos Cartunistas, de Daniel Garcia e Daniel Paiva, que reúne depoimentos de Laerte, Adão, Caco Galhardo, Maurício de Sousa, Allan Sieber e Ziraldo. A estreia da quinta-feira, dia 1º, será Estrada para Ythaca, produzido e encenado pelo quarteto Coletivo Alumbramento. O filme destaca algumas citações de clássicos do cinema. Na sexta-feira, 2, o argentino Pablo Giorgelli, autor de Las acacias, apresenta sua produção. O filme conta a história de um caminhoneiro que tem sua vida modificada ao dar carona a mulher. A mostra de curtas Mercocidades, que promove um diálogo com países vizinhos, será realizada no dia 2 de dezembro, às 17h.

    No sábado, dia 3, no encerramento do festival, Felipe Scaldini apresenta a estreia de Ibitipoca, droba pra lá. O filme mescla imagens do Parque Estadual de Ibitipoca e depoimentos bem humorados de habitantes da região. A intenção da produção é que o documentário mostre como o desenvolvimento do turismo alterou o modo de vida dos moradores do local. Ainda no último dia da mostra serão realizadas, às 14h e às 16h, mostras de audiovisual de Juiz de Fora. A cerimônia de encerramento será marcada pela exibição de Instantâneos, de Andrea Capella e Peter Lucas, além de Avós, de Michael Wahrmann.

    Confira a programação completa

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.