• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Conflito de sentimentos é tema principal em peça do grupo Gattu A Comédia do Coração promete fazer o espectador descobrir a verdadeira confusão que se instaura em um coração apaixonado

    Victor Machado
    *Colaboração
    3/1/2012
    Peça A Comédia do Coração

    Um conflito de sentimentos gerado dentro do coração de uma jovem apaixonada e dividida entre o sonho e a razão. Esse é o tema da peça A Comédia do Coração, do Grupo Gattu, que promete fazer o espectador descobrir a verdadeira confusão que se instaura em um coração apaixonado. A peça será apresentada no teatro do IF Sudeste MG Campus Juiz de Fora, na rua Bernardo Mascarenhas 1.823 nos dias 4, 5, 11 e 12 de fevereiro, a partir das 20 horas.

    A peça, baseada no texto de Paulo Gonçalves, é encenada dentro do coração de uma pessoa em conflito consigo mesmo e que se divide entre o que deseja e a razão. Segundo um dos atores da montagem, Victor Bitarello, cada sentimento busca influenciar à sua maneira as decisões da Paixão. "Os dois que mais influenciam são Sonho e Razão. Se dependesse do Sonho, a Paixão faria de tudo, mas a Razão faz com que ela seja mais centrada."

    A montagem conta com nove personagens. Paixão, vivida por Mauro Saar, sofre as influências da Razão (Victor Bitarello), do Sonho (Marjori Mendes), da Alegria (Thiago Beydon), do Medo (Nádia Ribeiro), do Ciúme (Raíra Garcia), do Ódio (Letícia Pires), da Dor (Rodrigues Soares) e de A Desconhecida (Fernando Nalon).

    Para Bitarello, o público recebeu bem a peça nas primeiras apresentações realizadas em agosto de 2011. "As pessoas extrapolam a capacidade de espectador e se envolvem com a história. A plateia se identifica com o tema e acaba torcendo para determinado fim." O final, aliás, é considerado surpreendente pelo ator. De acordo com ele, dentre as possibilidades apresentadas na peça, a que o público menos espera acaba sendo o que acontece. "A peça tem uma ideia de consequência muito inteligente. Dentro do que as pessoas menos acreditam que vai acontecer, é o que acontece e depois elas acabam dizendo 'comigo também aconteceria dessa maneira'. Ou seja, é um retrato. Às vezes as coisas acontecem da forma que menos imaginamos."

    O ator explica que a ideia da peça é antiga e o processo de montagem começou em 2009. Para montar, o grupo precisou discutir até decidir que A Comédia do Coração seria encenada. A partir da decisão, cada integrante fez uma leitura da peça e escolheu a personagem desejado. Alguns deles ficaram responsáveis pela criação do figurino e do cenário, que foram pensados enquanto o grupo já realizava os ensaios.

    Peça A Comédia do Coração Peça A Comédia do Coração
    Dificuldades

    Ensaiar é uma das dificuldades encontradas pelo grupo de teatro amador. Bitarello destaca que cada integrante tem seus compromissos, o que atrapalha o encontro entre eles. "A correria diária é muito grande. Quando comecei no teatro, trabalhávamos com cerca de três encontros por semana. Nosso grupo, como atua predominantemente com adolescentes, com muito custo consegue se reunir, sem ter que sacrificar algum compromisso."

    No entanto, a principal dificuldade, de acordo com o ator, é quanto ao espaço para se apresentar. "Falando pelo nosso grupo, que é amador e tenta caminhar com as próprias pernas. É muito difícil. Os espaços são caros. Tivemos a sorte de ter uma relação antiga com o IF Sudeste, já contávamos com o local."

    Cenário do teatro em JF

    Na opinião de Bitarello, o cenário do teatro em Juiz de Fora é restrito e com público pequeno. "Costumo ir muito ao teatro e posso garantir que o público de Juiz de Fora é restrito. A nossa proposta de levar o gênero ao máximo de pessoas possível me fez perceber que as pessoas não têm cultura de ir ao teatro. Muitos foram pela primeira vez quando prestigiaram nossa apresentação." 

    Grupo Gattu
    Foto do grupo

    O Gattu iniciou as atividades entre o fim da década de 70 e o início dos anos 80. O grupo acabou e retornou aos palcos em 2007, com nova formação, depois que um grupo de estudantes do então Colégio Técnico Universitário (CTU) pesquisaram e conheceram a companhia.

    Atualmente, além dos integrantes da peça, o Gattu conta com mais atores, alunos e ex-alunos do colégio e com o apoio do professor Luciano de Carvalho.



     

    *Victor Machado é estudante do 8º período de Comunicação Social da Faculdade Estácio de Sá

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.