Segunda-feira, 14 de março de 2011, atualizada às 18h34

Juiz de Fora e São João del-Rei recebem verba do Ministério da Saúde para realização de eventos gay

Clecius Campos
Subeditor

Organizações não governamentais de Juiz de Fora e de São João del-Rei tiveram o aval do Ministério da Saúde para realizar eventos relacionados à prevenção da Aids e de doenças sexualmente transmissíveis (DST) direcionados para o público gay. O Movimento Gay de Minas (MGM) e o Movimento Gay da Região das Vertentes (MGRV) aprovaram projetos de incentivo à realização de eventos nos âmbitos nacional e regional, respectivamente, e poderão, juntos, receber a quantia de R$ 160 mil.

O MGM realizará o 1º Encontro Nacional de Gays e de Homens que fazem sexo com homens (HSH): Desafios para a prevenção às DST-Aids-HV (hepatites virais). De acordo com o presidente do grupo, Marco Trajano, a entidade ainda não sabe quanto dos R$ 100 mil pleiteados serão realmente destinados ao evento. "O ministério publicou uma nota, informando que poderá haver adequações às planilhas de custo, o que pode baixar o valor destinado. Esperamos esta definição para saber que tamanho poderá ter o encontro aqui em Juiz de Fora."

Segundo Trajano, a intenção é realizar o evento em maio. A ideia é trazer lideranças de ONGs gay nacionais, dos 27 estados do país, além das várias autoridades envolvidas na prevenção à Aids na esfera pública. "Vamos trazer os protagonistas que formulam a política da prevenção e discutir essa política. Apontar que ações dão certo, quais estão em desacordo e quais precisam melhorar." Ainda não há definição do local onde o encontro será realizado.

Encontro regional nas Vertentes

Em nível regional, a cidade de São João del-Rei será sede do 1º Encontro Sudeste de Jovens Gays e HSH. O presidente do MGRV, Carlos Bem, relata a mesma incerteza, se a entidade conseguirá captar os R$ 60 mil solicitados. "Pode ser que nem todos os itens do projeto sejam aprovados. A certeza é de que o evento acontecerá e irá reunir cerca de 50 jovens que atuam na militância LGBT [lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros] em Minas Gerais, em São Paulo, no Rio de Janeiro e no Espírito Santo."

Bem espera realizar um encontro com quatro a cinco dias, utilizando, por meio de parceria, as dependências da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). Existe a possibilidade de o evento ocorrer em junho, uma vez que poderá levantar deliberações a serem levadas a encontros de nível nacional. "Queremos levar nossas demandas ao encontro nacional que pode ocorrer em julho ou agosto, à Conferência Nacional que ocorre em Brasília, em setembro, e à Conferência Nacional de Saúde, também na capital do país, em novembro."

Segundo Bem, a ideia de criar o evento regional voltado à população gay jovem partiu do último encontro nacional, ocorrido em 2010, na cidade de Fortaleza. "Nos últimos dez anos, a população gay jovem é a que mais tem contraído Aids entre todos os grupos. Precisamos tratar do assunto de forma séria, para aumentar a conscientização de que é preciso se prevenir."

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.