• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos
    Quinta-feira, 12 de julho de 2012, atualizada às 18h45

    Projeto assistencial de JF atende a 23% do público-alvo em um ano de ações

    Andréa Moreira
    Repórter
    Audiência

    O projeto Agenda Família 6 Mil, da Secretaria de Assistência Social (SAS) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), irá atender, no total, 6.448 famílias do município, e até o momento, atende a 503 famílias, o que corresponde a 23% do total. A informação foi dada pela secretária municipal de Assistência Social, Tammy Claret Monteiro, durante audiência pública realizada na tarde desta quinta-feira, 12 de julho.O programa está em funcionamento desde junho de 2011.

    "Por meio de um estudo descobrimos que 28.041 famílias de Juiz de Fora precisam de atenção do município. Dentro deste grupo, selecionamos 6.448 que necessitam de ajuda imediata", destaca Tammy.

    Para chegar a este número, a SAS se baseou no Índice de Desenvolvimento da Família, do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome. Este índice é um indicador sintético que mede o grau de desenvolvimento das famílias, possibilitando apurar o grau de vulnerabilidade de cada uma do CadÚnico, bem como analisar um grupo ou mesmo o total de famílias do município. "Separamos as famílias em cinco grupos, que vai do D1, com melhores condições financeiras, até o D5, que precisam de atenção imediata", afirma Tammy.

    A elaboração do projeto constou de quatro etapas: diagnóstico territorial, cadastro e estratificação das famílias, classificação das famílias e estratégias de enfrentamento. Para exemplificar o projeto, a secretária apresentou, como exemplo, uma família formada por uma mãe, de 35 anos, e dois filhos, um com 16 e o outro com 11 anos. "Conseguimos que essa família passasse do D5 para o D4 sem qualquer intervenção financeira. Apenas encaminhamos a mãe para a obtenção de alguns benefícios sociais, como a sua inclusão no sistema da Previdência. E quanto aos filhos, inserimos os dois em projetos ofertados pela Prefeitura, além de mantermos um acompanhamento do processo educacional destes adolescentes. Só com isso, conseguimos melhorar as condições de vida."

    O projeto

    O Agenda Família 6 Mil irá identificar famílias consideradas em risco social e vinculá-las a serviços, ações ou programas sociais da SAS. Para isso, os profissionais buscam conhecer as diversas formas de vulnerabilidades sociais da população do território de cada um dos nove Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

    Dentro do projeto, as famílias identificadas passarão a receber, mensalmente, a visita de um agente social que, de posse de um prontuário contendo informações detalhadas sobre a situação familiar, trabalhará ações para tirá-las dessa condição e/ou evitar que elas recaiam em risco ou ainda que haja violações de direitos. A implantação do programa resultou no desenvolvimento de um sistema eletrônico que gerencia os dados familiares e gera os prontuários necessários para o trabalho dos agentes sociais. Foram produzidos, também, 82 mapas delimitando os territórios socioassistenciais da cidade.

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.