• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos
    Quinta-feira, 22 de novembro de 2012, atualizada às 13h

    Campanha dos Correios recruta ajudantes de Papai Noel para auxiliar nas cartas recebidas

    Da Redação
    Papai Noel dos Correios

    A Campanha Papai Noel dos Correios está recrutando voluntários de todo o Brasil que tenham interesse em auxiliar na administração das cartinhas recebidas pelas crianças. Lançada no último dia 14 de novembro, a iniciativa tem como principal objetivo responder às cartas escritas para o Papai Noel e, sempre que possível, atender aos pedidos dos presentes daqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

    De acordo com a assessoria do órgão, as primeiras correspondências já começaram a chegar às agências dos Correios, que pedem, agora, apoio na ação. Para quem tiver interesse em ajudar na leitura das cartas, cadastramento e separação de informações, basta entrar em contato com a agência da rua Marechal Deodoro, 470, Centro. É possível agendar a participação para os dias úteis ou aos finais de semana, conforme a necessidade da unidade.

    Além disso, existe a figura do padrinho, pessoas responsáveis por adotar as cartinhas e providenciar os presentes solicitados pelas crianças. A adoção das cartinhas poderá ser feita até o dia 5 de dezembro, enquanto o apadrinhamento poderá ser realizado até o dia 8. O horário de atendimento será de segunda a sexta-feira, de 9h às 17h, e aos sábados, de 9h às 12h.

    Como funciona

    As cartas enviadas pelas crianças são lidas e selecionadas pelos ajudantes. Em seguida, são disponibilizadas para adoção na Casa do Papai Noel ou em outras unidades dos Correios. A chegada do Bom Velhinho está marcada para o dia 29 de novembro, às 10h, data em que ocorre o lançamento do Selo de Natal.

    Os presentes relativos às cartas adotadas são entregues pelos padrinhos nos pontos divulgados, para que, posteriormente, a entrega seja feita pelos Correios. Não é permitida a entrega direta do presente e, para assegurar a observância desse critério, o endereço da criança não é informado ao padrinho. De acordo com a assessoria da empresa, na cidade, em 2011, foram recebidas 8.119 cartinhas com apadrinhamento de 98,18% delas.

    Os textos são revisados por Juliana França

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.