Quinta-feira, 1º de outubro de 2009, atualizada às 11h04

Ministério da Educação adia prova do Enem

Da redação

O Ministério da Educação (MEC) adiou as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) marcadas para este final de semana, dias 3 e 4 de outubro. O adiamento se deu por motivo de segurança, já que a prova vazou.

 Em entrevista coletiva realizada na manhã desta quinta-feira, 1º de outubro, o ministro da Educação, Fernando Haddad, confirmou que um homem procurou o jornal o Estado de São Paulo para oferecer cópia impressa do exame, em troca de dinheiro. Ele ainda informou que é difícil saber onde a falha de segurança ocorreu, pois a distribuição das provas para a região Norte do país já havia começado.

O MEC já tomou providências junto ao Ministério da Justiça e a Polícia Federal (PF) para apurar o crime. Um inquérito já foi instaurado pela PF e vai ocorrer em São Paulo.

Só em Juiz de Fora, 16.215 alunos fariam a prova no próximo final de semana, número pouco maior do que o registrado no ano passado, quando 15.904 estudantes fizeram o teste. Em todo o Brasil, 4.147.527 pessoas se inscreveram.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) já possui uma segunda prova, que deve ser aplicada em 30 ou 45 dias. Os estudantes inscritos serão comunicados sobre a confirmação da nova data e do local das provas.

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.