Quinta-feira, 8 de abril de 2010, atualizada às 19h

Professores da rede estadual deflagram greve a partir desta sexta-feira

Aline Furtado
Repórter

Os professores da rede estadual de ensino de Juiz de Fora votaram, em assembleia realizada na tarde desta quinta-feira, 8 de abril, pela deflagração da greve da categoria. O movimento, que tem início na próxima sexta-feira, dia 9, faz parte da manifestação estadual.

Durante a paralisação desta quinta-feira, segundo avaliação do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação do Estado de Minas Gerais (Sind-UTE), entre 30% e 40% dos professores aderiram à manifestação durante os turnos da manhã e da tarde. Em todo o Estado, a adesão foi de 50%.

De acordo com a diretora do Sind-UTE, Rosa Maria Pereira Penna, a intenção é que seja formado um comando de greve. "Pretendemos visitar as escolas, já a partir da próxima sexta-feira, a fim de chamar mais trabalhadores para o movimento. Um dos fatores que impede a adesão é o corte de ponto durante a paralisação."

Entre as propostas aprovadas durante a assembleia estão a realização de nova assembleia na próxima terça-feira, dia 13, com ato público, divulgação das reivindicações junto à mídia local, além esclarecimento da comunidade escolar com relação ao movimento. Após o encontro, a categoria seguiu para um protesto no Calçadão, onde uma carta aberta foi distribuída aos juizforanos.

Os professores da rede estadual de ensino reivindicam o cumprimento do piso salarial de R$ 1.312, o pagamento integral de todas as vantagens aos trabalhadores que se encontram em licença médica, concessão de vale-transporte e de vale-alimentação. O pagamento de insalubridade e o fornecimento de uniformes e de equipamentos para os auxiliares de educação básica também integram a lista de solicitações. A classe pede ainda a recomposição dos valores do salário-família, pagamento de rateio aos designados proporcionalmente aos meses trabalhados.

Os textos são revisados por Madalena Fernandes


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.