• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação
    Segunda-feira, 25 de outubro de 2010, atualizada às 18h40

    Reitores entregam minuta do consórcio das universidades mineiras ao ministro da Educação

    Aline Furtado
    Repórter
    Reunião

    Reitores de sete universidades federais do Sul e do Sudeste de Minas reuniram-se na tarde desta segunda-feira, 25 de outubro, com o ministro da Educação, Fernando Haddad, em Belo Horizonte, para entregar o projeto do Plano de Desenvolvimento Institucional do Consórcio (PDIC).

    O documento engloba as propostas preliminares de planejamento e gestão coletivos das instituições para o período de 2011 a 2015.

    De acordo com o reitor da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Henrique Duque, a avaliação do encontro foi positiva, já que o ministro, assim como o secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, Evaldo Vilela, garantiram total apoio por parte dos governos federal e estadual, respectivamente, ao projeto. "O ministro destacou a inovação da iniciativa, afirmando que se os consórcios já existissem, as instituições brasileiras estariam entre as de maior produção acadêmica do mundo."

    Segundo Duque, cada instituição dará prosseguimento às discussões internas, por meio dos Conselhos Superiores e das comunidades envolvidas. O encontro na UFJF está agendado para o dia 11 de novembro e deverá reunir representantes da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e do Ministério da Educação (MEC).

    Além da UFJF, o consórcio é formado pelas federais de Alfenas, Itajubá, Lavras, São João del-Rei, Ouro Preto e Viçosa. A intenção é que o PDCI permita a integração acadêmica nas áreas de ensino, principalmente no que se refere à mobilidade estudantil, pesquisa e extensão, além da facilitar a captação e a aplicação de recursos e parcerias.

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken


    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.