• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Candidatos a vagas de empregos devem pesquisar antes de definir pretensão salarialAlém de verificar os valores praticados no mercado, profissionais precisam conhecer a empresa e definir o mínimo necessário para viver e ficar satisfeito

    Clecius Campos
    Repórter
    5/01/2011

    A pretensão salarial é um item do currículo que costuma gerar dúvida no momento de sua definição. Variáveis como o mercado de trabalho, a empresa que oferece determinada vaga e o valor mínimo para que o profissional possa se sustentar e estar satisfeito devem ser levados em conta na hora de expressar o valor da pretensão salarial.

    A psicóloga especialista em psicologia organizacional e do trabalho, Ana Cecília Resende Pereira, explica como deve ser o cuidado. "A pesquisa no mercado de trabalho é importante, pois vai permitir que o candidato exponha uma proposta dentro da realidade. Conhecer a empresa, quando a vaga anuncia qual é, é interessante para saber se há um plano de cargos e salários e que valores ela costuma praticar. Ter em mente o mínimo que precisa receber, também auxilia na hora de informar a pretensão salarial."

    Segundo Ana Cecília, expressar o valor auxilia empresas e candidatos a se relacionarem de forma mais objetiva. "As empresas têm uma margem de gastos sobre a qual precisam trabalhar. Mesmo quando não há um plano de cargos e salários, o empresário sabe quanto pode pagar, pois tem um histórico de pagamento de outros funcionários." Quando um candidato define a pretensão salarial, ele permite que a empresa identifique a possibilidade de arcar com o pagamento solicitado. "O trabalho do profissional que analisa o currículo é adiantado e não há desgaste do candidato, com entrevistas que podem não dar frutos, por conta do salário oferecido pela empresa."

    Dessa forma, a pretensão salarial pode ser um quesito no momento da seleção, mas não é necessariamente uma regra. A negociação salarial pode partir do próprio candidato, com a simples inscrição do termo a negociar, após o valor da pretensão salarial. "O a negociar mostra uma flexibilidade e, muitas vezes, as empresas também estão dispostas a pagar até mais, dependendo do currículo."

    Da mesma maneira, Ana Cecília afirma que há todo o tipo de candidato: aquele certo do que quer e de que não pode receber menos que o expresso na pretensão salarial e o outro que quer se manter empregado, com o objetivo de desenvolver uma carreira, independente da remuneração. "Há profissionais que se pautam pela posição que a empresa ocupa no mercado e isso pode influenciar na pretensão. Às vezes, um candidato prefere ganhar menos em uma multinacional a ser melhor remunerado em uma empresa pequena."

    Como expressar no currículo?

    A pretensão salarial deve vir expressa no currículo apenas no caso de ser requisitada pela empresa ou se o candidato estiver certo de que a vaga só é interessante com determinado salário. "Quando o empresário solicitar, não deixe de anunciar sua pretensão. Só escrever a negociar não adianta, pois pode causar atraso na seleção." O valor pode vir escrito simplesmente como mais um tópico do currículo ou estar presente nas considerações iniciais sobre o candidato.

    Mesmo que a empresa não solicite a pretensão salarial no currículo, é importante que o candidato tenha em mente o valor que deseja receber, caso uma negociação ocorra no momento da entrevista de emprego. "Mas é preciso ter cautela, pois as empresas estão interessadas no profissional que deseja desenvolver um trabalho e uma possível carreira. Caso não seja mencionada durante a entrevista, a questão salarial deve ser a última dúvida a ser sanada e com delicadeza. O candidato pode, por exemplo, pedir mais detalhes sobre a vaga, no que se refere à remuneração e aos benefícios."

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.