Sexta-feira, 19 de agosto de 2011, atualizada às 19h

Professores da UFJF param na próxima semana e ameaçam greve para 1º de setembro

Jorge Júnior
Repórter
professor

Os professores da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) podem cruzar os braços a partir do 1º de setembro. Antes data, será realizada uma paralisação de dois dias, em 23 e 24 de agosto.

"Ainda não está definido, mas a categoria apoiou a ideia, na última assembleia, realizada na quinta-feira, 18 de agosto", disse o presidente da Associação dos Professores de Ensino Superior de Juiz de Fora (APES-JF), Rubens Luiz Rodrigues. Segundo Rodrigues, a classe vem lutando para receber um índice de reajuste de 15%. "É uma luta nacional que vem sendo feita desde março desde ano."

O vice-presidente da APES-JF, Paulo Cesar de Souza, conta que a proposta apresentada pelo governo não foi satisfatória. "Foi apresentado um reajuste de 4%, mas a categoria não aceitou, porque a última revisão salarial foi em 2010. Se o governo negociar, o reajuste só vai entrar em vigor em julho de 2012, ou seja, vamos ficar dois anos sem revisão." De acordo com Souza, a última greve dos professores foi em 2005.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.