Com R$ 98 milhões em investimentos, UFJF cresce em estrutura e vagas

Relatório de gestão mostra que, com ajuda do Reuni, a Universidade cresceu expressivamente nos últimos anos

Nathália Carvalho
*Colaboração
3/4/2012
apresentação gestão da ufjf

Com o auxílio dos recursos provenientes do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni), a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) investiu nos últimos quatro anos cerca de R$ 98 milhões. O relatório contendo os gastos e investimentos da instituição no período de 2007 a 2011 foram divulgados na manhã desta terça-feira, 3 de abril, pelo pró-reitor de planejamento e gestão da UFJF, Alexandre Zanini.

O reitor da Universidade, Henrique Duque, destaca o trabalho realizado pelos funcionários no cumprimento das metas estabelecidas para o período. "Com os investimentos e o Reuni, conseguimos ampliar nossa instituição e manter a qualidade de ensino. Os objetivos foram atingidos e essa é uma marca que queremos deixar na história da UFJF." Duque comenta ainda que o relatório não aponta outras 74 ementas de investimentos, por não terem sido aprovadas pelo Governo Federal a tempo. "Poderíamos ter crescido ainda mais, entretanto começamos 2012 com otimismo."

Crescimento da Universidade

"O Reuni é uma ação muito importante do Governo, mas os recursos extras auxiliam de maneira efetiva as nossas ações. Desde 2008, construímos novas sedes de cursos e instituições, equipamentos, mobiliário e a maior compra de livros da história da Universidade, que gira em torno de R$ 5 milhões", explica Alexandre Zanini. Durante esse período, a instituição ganhou novas sedes para o Instituto de Ciências Humanas, para o de Ciências Exatas, para o curso de Nutrição, para as faculdades de Medicina (fora do campus), além de novos blocos da faculdade de Engenharia, totalizando as 82 obras realizadas.

De acordo com o relatório, foram criados 29 novos cursos e habilitações e o número de vagas oferecidas cresceu 64% desde 2007. Além disso, segundo Zanini, "houve uma expressiva intensificação na política de apoio estudantil, com um aumento de 51% do número de bolsas no último ano". Nesse período, foi realizada também a compra da área adicional para o Jardim Botânico e para o Parque Científico e Tecnológico.

Outras áreas expandidas foram as de extensão e de graduação. "Aumentamos a captação de recursos junto ao MEC em quase 260% e crescemos no número de vagas e cursos de mestrado e doutorado", cita Zanini. O corpo docente foi aprimorado e hoje é formado por 74% de doutores. Uma mudança na Universidade também citada foi a forma de ingresso, com a participação do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem).

Sistema de Pós-graduação para 2012

Na ocasião, houve ainda a apresentação das ações para o sistema de pós-graduação da Universidade em 2012 pelo pró-reitor da área, Fernando Perobelli. "O Programa de Apoio aos Programas de Pós-graduação (APG) é uma iniciativa muito importante e que traz muitos resultados. A UFJF é a única do país com um projeto como esse, que tem recursos livres para investirmos conforme as demandas, de maneira democrática", comenta Perobelli.

Ele explicou que, pelo crescimento do setor nos últimos anos, é normal que a partir de agora haja uma desaceleração. O investimento anunciado para esse ano foi de aproximadamente R$ 2,8 milhões em mestrado e em doutorado. "Em 2012, teremos o processo de consolidação desse projeto e ao final, teremos um conceito novo de pós-graduação na Universidade."

Um último dado refere-se a inserção internacional da instituição. Com edital de fomento ao intercâmbio aprovado em R$ 500 milhões, o objetivo do setor é trazer pesquisadores estrangeiros para visitas pequenas e médias na cidade. "Vamos trazer essas pessoas para vir trabalhar conosco. Principalmente em julho, devemos receber pesquisadores europeus e americanos. A ideia é internacionalizar nossa instituição, levando nosso trabalho para diversos lugares do mundo."

*Nathália Carvalho é estudante do 8 º período de Comunicação Social da UFJF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.