Quarta-feira, 25 de abril de 2012, atualizada às 18h

Paralisação dos servidores técnico-administrativos da UFJF tem adesão de 80% da classe

Jorge Júnior
Repórter
25/4/2012
ufjf

Cerca de 80% trabalhadores técnico-administrativos em educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) aderiram à paralisação que ocorreu nesta quarta-feira, 25 de abril, segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da UFJF (Sintufejuf), Paulo Dimas de Castro. "O movimento teve uma participação significativa da categoria", diz Castro.

Ainda segundo o representante dos profissionais, o restaurante universitário, o serviço de transporte, as bibliotecas, a Central de Atendimento, além das secretarias, coordenações e laboratórios tiveram 100% de adesão. Também participaram do movimento professores federais, que contaram com apoio de representantes do Diretório Central dos Estudantes (DCE). "Discutimos a importância da união dos três segmentos da universidade para luta em defesa da educação e dos serviços públicos de qualidade", defendeu Castro.

No dia 14 de maio será realizada uma caravana nacional até Brasília e, no dia 18, ocorre uma plenária, onde a categoria irá discutir sobre a possibilidade de entrar em greve no mês de junho, caso as negociações não avancem. "Estamos mobilizados em todo o país por negociações com o governo federal, que contemplem as pautas de revisão salarial e de benefícios, aprimoramento de carreiras e maiores investimentos no setor público. O movimento também é pelo fim das terceirizações de setores essenciais do serviço público federal."

Os textos são revisados por Mariana Benicá

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.