• Assinantes
  • Educação
    Nícea Helena Nogueira Nícea Helena Nogueira 29/10/2015

    Trabalhos acadêmicos sem dificuldade: Referências

    Referência é um assunto tão importante na pesquisa acadêmica que merece uma coluna só para a sua apresentação. Ela é o endereço da sua fonte de pesquisa e deve ser elaborada com o maior cuidado. Além de provar que as informações apresentadas não saíram só da sua cabeça e que você não copiou dos outros sem dar o devido crédito ao dono da informação, elas ainda conferem autoridade para a sua pesquisa, ajudam outra pessoa a localizar o que você pesquisou e atestam a abrangência do seu trabalho.

    Antigamente, falávamos de “Referências Bibliográficas” ou mesmo “Bibliografia”, mas, hoje, usamos apenas o termo “Referências” para abrir uma seção onde listamos todas as nossas fontes (publicadas (bibliográficas) ou não (material inédito)). Isso quer dizer todos os documentos que consultamos para obter as informações que iremos apresentar no projeto de pesquisa ou no Trabalho de Conclusão de Curso, TCC, como dissemos na coluna anterior. Essa lista deve sempre constar no final de um trabalho acadêmico. Ela é obrigatória!

    normasNão há grandes segredos ou dificuldades na elaboração das referências. Siga os modelos da Norma 6023 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que são bem simples. Há variações conforme o tipo de documento utilizado. Por exemplo, há um modelo para livro completo, outro para uma parte do livro: o capítulo, um diferente para artigo em revista científica, outro para artigo em jornal e modelos para informações tiradas de sites, entre outros. Tudo sob o sol pode ser referenciado.

    Não tem erro. É como seguir uma fórmula matemática. A Norma 6023 pode ser, geralmente, encontrada na biblioteca da sua faculdade. Como as normas da ABNT possuem direitos autorais, você não poderá tirar uma cópia, apenas consultar e anotar as “fórmulas” para os documentos que irá utilizar na sua pesquisa. Há, também, vários sites de metodologia científica que ensinam a fazer referência passo a passo.

    Não é preciso decorar os modelos, isso vai acontecer naturalmente. Como há muito material de pesquisa em um TCC, você vai fazer tantas referências que, ao final do trabalho, você já saberá fazê-las de cor.

    Há examinadores de trabalhos acadêmicos que começam a leitura do TCC pela lista de referências. Dessa forma, pode-se, antes mesmo de ler o texto, ter uma ideia clara do que foi consultado, da atualidade das informações ali compiladas e se o pesquisador realmente buscou todas as fontes mais importantes para a pesquisa.

    Por incrível que pareça, há muitos professores orientadores de graduação e de pós-graduação que não sabem fazer referência direito e não dão a devida importância para esse assunto. O resultado disso é que seus alunos orientandos devem se virar sozinhos e apresentam, muitas vezes, uma lista de referências incompleta e cheia de omissões. Qualquer banca examinadora que se preze vai criticar e mandar corrigir o trabalho. O pior é que o aluno corre o risco de não ter o TCC aprovado, tudo por causa de uma coisa tão simples de fazer. O carão é grande...!

    abntSempre que iniciar uma investigação acadêmica, como falamos na coluna sobre fontes de pesquisa, anote todos os dados dos documentos que encontrou e que serão úteis para a discussão do seu tema, como o título do documento, nome do autor, ano de publicação etc. Depois, fica mais fácil reunir esses dados em uma referência.

    Na área médica, as referências geralmente seguem o Estilo de Vancouver, aquela cidade do Canadá, ao invés da ABNT. Há também as normas da APA (American Psychological Association), que é um outro estilo. Sempre que fizer a sua lista, informe-se qual é a norma exigida para a sua área de conhecimento.

    Lembre-se: se você consultar um documento e não colocar a referência dele no seu TCC, você estará fazendo um plágio. E plágio é crime contra a propriedade intelectual, previsto no Código Penal. Por isso, seja bem responsável e honesto em relação às suas fontes de pesquisa.

    Só depois que fizer as suas referências, você poderá citar esses documentos no texto do seu trabalho. E citações são o assunto da nossa próxima coluna. See ya!


    Nícea Helena Nogueira é revisora de textos acadêmicos. Doutora em Letras pela UNESP-São José do Rio Preto, SP. Professora de Inglês e Literaturas de Língua Inglesa da Faculdade de Letras da UFJF. Coordenadora Geral do Programa Idiomas Sem Fronteiras (IsF) da UFJF. Licenciada em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Foi Professora Titular e Coordenadora do Programa de Mestrado em Letras, do Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (CES/JF) e Diretora do Centro de Pesquisa na mesma Instituição. Lecionou, também, na Faculdade Suprema, na Unipac e na Faculdade de Direito do Instituto Vianna Júnior. Autora do livro Laurence Sterne e Machado de Assis: a tradição da sátira menipéia, entre outras publicações. Professora de Metodologia de Pesquisa desde 2000.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.