• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Profissão de estatístico é pouco conhecida, mas tem amplo mercado de trabalhoRemuneração pode variar entre R$ 2,5 mil e R$ 4 mil. Nos grandes centros, salário pode chegar a R$ 7 mil

    Victor Machado
    *Colaboração
    29/11/2011
    Gráfico

    Uma profissão que ainda sofre com o desconhecimento da população e das empresas, o estatístico pode ter atribuições e mercado de trabalho amplos no dia a dia, além de ser fundamental na tomada de decisões, planejamento ou percepção de riscos de uma organização. Quem garante é o professor e coordenador do curso de estatística da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Clécio da Silva Ferreira, que afirma ainda que a falta de contato com a estatística na educação básica é um dos principais fatores para esse desconhecimento.

    Segundo Ferreira, o estatístico é um profissional que auxilia diretamente na tomada de decisões, através da coleta de dados, análises e interpretações para o cliente ou empresa. "O profissional percebe um erro, uma necessidade de melhora ou o sucesso de alguma ação ou produto pela análise de números. Isso é fundamental para empresas que buscam um planejamento mais concreto."

    O professor explica que o mercado de trabalho é amplo e o profissional da área pode atuar com demografia, mídia, artes, literatura, marketing, economia, análise de crédito, ensino em universidades, centros de pesquisas, entre outros. Segundo ele, existe atualmente uma demanda grande por parte das empresas, sobretudo as multinacionais.

    A estudante do 6º período do curso de Estatística da UFJF, Thalita do Bem Mattos, comenta que não conhecia a área e pretendia fazer Ciência da Computação. "Por meio de palestras durante os primeiros períodos de Ciências Exatas, passei a entender melhor e me deparei com uma área de amplo mercado de trabalho, na qual você pode trabalhar em diferentes setores. A versatilidade é muito grande."

    Cenário em Juiz de Fora

    Porém, o cenário em Juiz de Fora não é dos mais animadores. "Os grandes empregadores ainda são os bancos, por causa dos modelos de crédito, dos riscos e das fraudes. No Brasil, as empresas estão aprendendo a importância desse profissional e dificilmente se vê um estatístico desempregado. Infelizmente, em Juiz de Fora, seguimos o caminho contrário. É difícil encontrar vagas, até mesmo para estágios. A faculdade tem tentado mudar esse cenário com acordos com as empresas", afirma Ferreira. A estudante Thalita percebe dificuldades para encontrar estágio na área na cidade.

    Uma saída, segundo o professor, são as consultorias. "Hoje, qualquer empresa tem uma base de dados ou precisa fazer um levantamento de informações e planejamento. No entanto, muitas delas não precisam do profissional integralmente. É muito comum a contratação de consultorias para terceirizar esse serviço."

    Remuneração e perfil

    A área pode ter uma remuneração que varia entre R$ 2,5 mil e R$ 4 mil. Em grandes centros, como São Paulo, esse valor pode ser entre R$ 5 mil e R$ 7 mil, principalmente na área financeira. Ferreira comenta que, ao contrário do que se imagina, os estatísticos precisam ter contato com o exterior da empresa. "É fundamental uma base sólida em matemática, computação e teoria. E tão importante quanto é o conhecimento do produto que está sendo trabalhado para poder fazer uma análise e um planejamento bem feitos."

    Apesar das oportunidades, o professor destaca que se formar em Estatística não é simples. Segundo ele, é um curso pesado com alto índice de reprovação, o que faz com que o número de formandos e  a procura sejam pequenos. "Existe um déficit profissional no país. O curso, mesmo tendo muita matemática, envolve disciplinas teóricas e práticas." Para ingressar no curso na UFJF, o estudante precisa ser aprovado no Vestibular ou Pism para o curso de Ciências Exatas e optar, no terceiro período, pelo enfoque estatístico.

    *Victor Machado é estudante do 8º período de Comunicação Social da Faculdade Estácio de Sá

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.