Lucas Soares Lucas Soares 19/05/2014

E a Libertadores?

Caiu o último clube brasileiro na Libertadores. O país, campeão nas últimas quatro edições (2010, 2011, 2012 e 2013), fica sem um representante na fase semifinal após 23 anos. O que aconteceu?

Para vários comentaristas de televisão, a principal causa foi a falta de competitividade dos nossos jogadores, somada à uma falta de catimba e experiência para jogar a principal competição do continente sul-americano. Para outros, a diferença da qualidade técnica não foi grande como em competições passadas e isso assustou os atletas e comissão técnica. Há ainda a linha de que lesões atrapalharam times que teriam chances de avançar, outras que faltou foi sorte, competência de arbitragem, entre tantas outras explicações...

Na minha visão, os adversários simplesmente foram melhores - com exceção do Nacional de Medellín-COL, que eliminou o Atlético-MG com gol irregular. Atlético-PR, Botafogo e Flamengo, falharam em casa, no planejamento, e foram merecidamente eliminados na primeira etapa. Ao Grêmio, eliminado nos pênaltis pelo San Lorenzo-ARG, treino. E o Cruzeiro, que também caiu para o time argentino, é o mais difícil de explicar, já que o campeão brasileiro teve falhas individuais, bolas na trave e outros pequenos detalhes que culminaram na sua saída.

Não foi nenhuma tragédia para o futebol brasileiro ficar fora das semifinais da Libertadores em um ano de Copa do Mundo. Pela recente trajetória, era de se esperar uma melhor participação, mas quem sabe nossos diretores não aprendem com o erro e se preparam melhor para o ano que vem?


Lucas Soares é natural de Juiz de Fora, é jornalista formado pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora em dezembro de 2012 e apaixonado por futebol. Atualmente, é aluno de pós-graduação em Jornalismo Multiplataforma na Universidade Federal de Juiz de Fora, Repórter no portal Acessa.com e Editor-chefe do blog Flamengo em Foco. Já atuou em veículos impressos da cidade e como assessor de imprensa na PJF e na Câmara Municipal.

-
Lucas Soares Lucas Soares 19/05/2014

E a Libertadores?

Caiu o último clube brasileiro na Libertadores. O país, campeão nas últimas quatro edições (2010, 2011, 2012 e 2013), fica sem um representante na fase semifinal após 23 anos. O que aconteceu?

Para vários comentaristas de televisão, a principal causa foi a falta de competitividade dos nossos jogadores, somada à uma falta de catimba e experiência para jogar a principal competição do continente sul-americano. Para outros, a diferença da qualidade técnica não foi grande como em competições passadas e isso assustou os atletas e comissão técnica. Há ainda a linha de que lesões atrapalharam times que teriam chances de avançar, outras que faltou foi sorte, competência de arbitragem, entre tantas outras explicações...

Na minha visão, os adversários simplesmente foram melhores - com exceção do Nacional de Medellín-COL, que eliminou o Atlético-MG com gol irregular. Atlético-PR, Botafogo e Flamengo, falharam em casa, no planejamento, e foram merecidamente eliminados na primeira etapa. Ao Grêmio, eliminado nos pênaltis pelo San Lorenzo-ARG, treino. E o Cruzeiro, que também caiu para o time argentino, é o mais difícil de explicar, já que o campeão brasileiro teve falhas individuais, bolas na trave e outros pequenos detalhes que culminaram na sua saída.

Não foi nenhuma tragédia para o futebol brasileiro ficar fora das semifinais da Libertadores em um ano de Copa do Mundo. Pela recente trajetória, era de se esperar uma melhor participação, mas quem sabe nossos diretores não aprendem com o erro e se preparam melhor para o ano que vem?


Lucas Soares é natural de Juiz de Fora, é jornalista formado pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora em dezembro de 2012 e apaixonado por futebol. Atualmente, é aluno de pós-graduação em Jornalismo Multiplataforma na Universidade Federal de Juiz de Fora, Repórter no portal Acessa.com e Editor-chefe do blog Flamengo em Foco. Já atuou em veículos impressos da cidade e como assessor de imprensa na PJF e na Câmara Municipal.

Lucas Soares Lucas Soares 19/05/2014

E a Libertadores?

Caiu o último clube brasileiro na Libertadores. O país, campeão nas últimas quatro edições (2010, 2011, 2012 e 2013), fica sem um representante na fase semifinal após 23 anos. O que aconteceu?

Para vários comentaristas de televisão, a principal causa foi a falta de competitividade dos nossos jogadores, somada à uma falta de catimba e experiência para jogar a principal competição do continente sul-americano. Para outros, a diferença da qualidade técnica não foi grande como em competições passadas e isso assustou os atletas e comissão técnica. Há ainda a linha de que lesões atrapalharam times que teriam chances de avançar, outras que faltou foi sorte, competência de arbitragem, entre tantas outras explicações...

Na minha visão, os adversários simplesmente foram melhores - com exceção do Nacional de Medellín-COL, que eliminou o Atlético-MG com gol irregular. Atlético-PR, Botafogo e Flamengo, falharam em casa, no planejamento, e foram merecidamente eliminados na primeira etapa. Ao Grêmio, eliminado nos pênaltis pelo San Lorenzo-ARG, treino. E o Cruzeiro, que também caiu para o time argentino, é o mais difícil de explicar, já que o campeão brasileiro teve falhas individuais, bolas na trave e outros pequenos detalhes que culminaram na sua saída.

Não foi nenhuma tragédia para o futebol brasileiro ficar fora das semifinais da Libertadores em um ano de Copa do Mundo. Pela recente trajetória, era de se esperar uma melhor participação, mas quem sabe nossos diretores não aprendem com o erro e se preparam melhor para o ano que vem?


Lucas Soares é natural de Juiz de Fora, é jornalista formado pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora em dezembro de 2012 e apaixonado por futebol. Atualmente, é aluno de pós-graduação em Jornalismo Multiplataforma na Universidade Federal de Juiz de Fora, Repórter no portal Acessa.com e Editor-chefe do blog Flamengo em Foco. Já atuou em veículos impressos da cidade e como assessor de imprensa na PJF e na Câmara Municipal.