Lucas SoaresLucas Soares6/10/2014

Botafogo está em um relacionamento sério com a Zona de Rebaixamento

O trocadilho com as atualizações do Facebook que utilizei para dar nome ao meu texto exploram, naturalmente, a péssima fase vivida pelo Botafogo, tanto fora, quanto dentro de campo. Com uma briga interna entre diretoria e os principais jogadores, com salários atrasados e uma série de problemas interpessoais entre as partes, fica difícil imaginar outro desfecho para o Glorioso que não seja a Série B em 2015.

É verdade que, na atual situação, tudo muda com uma vitória. São apenas dois pontos de separam a Chapecoense, primeira equipe fora do Z4, do Botafogo, vice-lanterna da competição. Exemplo disto é o Palmeiras, que alcançou duas vitórias em três jogos e deixou a zona de rebaixamento.

No entanto, em um rápido bate-papo com os próprios torcedores do clube de General Severiano, é notório perceber o desânimo com o Botafogo. A atitude da diretoria de demitir o atacante Emerson Sheik, o zagueiro Bolívar e os laterais Edílson e Júlio César pegou atletas, imprensa, comissão técnica e torcedores de surpresa. Principalmente por se tratarem de peças importantes para o clube, que vinham sendo a salvação da equipe nos últimos jogos, principalmente Sheik e Edilson.

A janela para inscrição de novos atletas já encerrou, então, o técnico Vágner Mancini terá que utilizar o que tem em mãos para montar a equipe. Até porque, na atual condição financeira do clube, é muito pouco provável que o presidente Maurício Assumpção conseguiria repor o elenco com peças à altura. A situação do Botafogo não era boa e conseguiu piorar com mais essa confusão. Vamos aguardar o desenrolar do campeonato...


Lucas Soares é natural de Juiz de Fora, é jornalista formado pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora em dezembro de 2012 e apaixonado por futebol. Atualmente, é aluno de pós-graduação em Jornalismo Multiplataforma na Universidade Federal de Juiz de Fora, Repórter no portal Acessa.com e Editor-chefe do blog Flamengo em Foco. Já atuou em veículos impressos da cidade e como assessor de imprensa na PJF e na Câmara Municipal.

-
Lucas SoaresLucas Soares6/10/2014

Botafogo está em um relacionamento sério com a Zona de Rebaixamento

O trocadilho com as atualizações do Facebook que utilizei para dar nome ao meu texto exploram, naturalmente, a péssima fase vivida pelo Botafogo, tanto fora, quanto dentro de campo. Com uma briga interna entre diretoria e os principais jogadores, com salários atrasados e uma série de problemas interpessoais entre as partes, fica difícil imaginar outro desfecho para o Glorioso que não seja a Série B em 2015.

É verdade que, na atual situação, tudo muda com uma vitória. São apenas dois pontos de separam a Chapecoense, primeira equipe fora do Z4, do Botafogo, vice-lanterna da competição. Exemplo disto é o Palmeiras, que alcançou duas vitórias em três jogos e deixou a zona de rebaixamento.

No entanto, em um rápido bate-papo com os próprios torcedores do clube de General Severiano, é notório perceber o desânimo com o Botafogo. A atitude da diretoria de demitir o atacante Emerson Sheik, o zagueiro Bolívar e os laterais Edílson e Júlio César pegou atletas, imprensa, comissão técnica e torcedores de surpresa. Principalmente por se tratarem de peças importantes para o clube, que vinham sendo a salvação da equipe nos últimos jogos, principalmente Sheik e Edilson.

A janela para inscrição de novos atletas já encerrou, então, o técnico Vágner Mancini terá que utilizar o que tem em mãos para montar a equipe. Até porque, na atual condição financeira do clube, é muito pouco provável que o presidente Maurício Assumpção conseguiria repor o elenco com peças à altura. A situação do Botafogo não era boa e conseguiu piorar com mais essa confusão. Vamos aguardar o desenrolar do campeonato...


Lucas Soares é natural de Juiz de Fora, é jornalista formado pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora em dezembro de 2012 e apaixonado por futebol. Atualmente, é aluno de pós-graduação em Jornalismo Multiplataforma na Universidade Federal de Juiz de Fora, Repórter no portal Acessa.com e Editor-chefe do blog Flamengo em Foco. Já atuou em veículos impressos da cidade e como assessor de imprensa na PJF e na Câmara Municipal.

Lucas SoaresLucas Soares6/10/2014

Botafogo está em um relacionamento sério com a Zona de Rebaixamento

O trocadilho com as atualizações do Facebook que utilizei para dar nome ao meu texto exploram, naturalmente, a péssima fase vivida pelo Botafogo, tanto fora, quanto dentro de campo. Com uma briga interna entre diretoria e os principais jogadores, com salários atrasados e uma série de problemas interpessoais entre as partes, fica difícil imaginar outro desfecho para o Glorioso que não seja a Série B em 2015.

É verdade que, na atual situação, tudo muda com uma vitória. São apenas dois pontos de separam a Chapecoense, primeira equipe fora do Z4, do Botafogo, vice-lanterna da competição. Exemplo disto é o Palmeiras, que alcançou duas vitórias em três jogos e deixou a zona de rebaixamento.

No entanto, em um rápido bate-papo com os próprios torcedores do clube de General Severiano, é notório perceber o desânimo com o Botafogo. A atitude da diretoria de demitir o atacante Emerson Sheik, o zagueiro Bolívar e os laterais Edílson e Júlio César pegou atletas, imprensa, comissão técnica e torcedores de surpresa. Principalmente por se tratarem de peças importantes para o clube, que vinham sendo a salvação da equipe nos últimos jogos, principalmente Sheik e Edilson.

A janela para inscrição de novos atletas já encerrou, então, o técnico Vágner Mancini terá que utilizar o que tem em mãos para montar a equipe. Até porque, na atual condição financeira do clube, é muito pouco provável que o presidente Maurício Assumpção conseguiria repor o elenco com peças à altura. A situação do Botafogo não era boa e conseguiu piorar com mais essa confusão. Vamos aguardar o desenrolar do campeonato...


Lucas Soares é natural de Juiz de Fora, é jornalista formado pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora em dezembro de 2012 e apaixonado por futebol. Atualmente, é aluno de pós-graduação em Jornalismo Multiplataforma na Universidade Federal de Juiz de Fora, Repórter no portal Acessa.com e Editor-chefe do blog Flamengo em Foco. Já atuou em veículos impressos da cidade e como assessor de imprensa na PJF e na Câmara Municipal.