• Assinantes
  • Fim de Ano

    Comércio de JF registra primeiras trocas de presentes após o Natal

    Segundo a CDL, o saldo durante o período foi positivo no comércio da cidade e o crescimento nas vendas atingiu o esperado, em torno de 6% a 8%

    Nathália Carvalho
    Repórter
    26/12/2012
    Troca presentes Natal

    Os comerciantes de Juiz de Fora já estão realizando as primeiras trocas de produtos, referentes aos presentes recebidos no período do Natal, celebrado na última terça-feira, 25 de dezembro. Durante a manhã desta segunda-feira, 26, alguns estabelecimentos já registraram 50% do movimento impulsionado pelas trocas. Já em outros, boa parte das vendas foram direcionadas para produtos relacionados ao Réveillon.

    De acordo com o gerente da loja Fatalitè, Lúcio Gomes, normalmente é disponibilizado o período de 15 a 30 dias para que os clientes efetuem as trocas, em qualquer época do ano. Contudo, neste período do Natal, algumas pessoas procuram as lojas mais cedo, até mesmo pela grande movimentação do comércio. "Começamos a realizar as primeiras trocas antes mesmo do Natal, devido a alguns clientes que têm o hábito de dar os presentes antes da data. Hoje [dia 26], também tivemos a manhã movimentada e as trocas costumam perdurar até o dia 20 de janeiro, principalmente porque tem muita gente que viaja", diz.

    Na loja de roupas femininas Hagler, a gerente conta que a manhã foi bastante movimentada, com aproximadamente metade dos atendimentos direcionados para as trocas. "Tivemos compras durante o dia também e o movimento continua intenso", revela Michele Pacheco. Para aproveitar as variedades e movimento mais fraco, a vendedora Rose Soares usou o horário de almoço para trocar um produto que ganhou no Natal. "Foi um presente que não gostei muito do modelo e procurei trocar o mais rápido possível", conta.

    Trocas permitidas

    Segundo o Código de Defesa do Consumidor, a loja não tem a obrigação de trocar produtos em função de cores, tamanhos ou modelos que desagradam. Isso é possível caso a informação tenho sido passada no momento da compra. A loja só é obrigada a realizar a troca se o produto apresentar defeito. O prazo para conserto é de 30 dias. Se o tempo for ultrapassado, o consumidor tem o direito de escolher entre ter um produto novo, ter o dinheiro de volta ou obter um desconto proporcional ao preço.

    No caso de presentes, a maioria das lojas anexa ao produto etiquetas ou carimbos que estipulam o prazo para troca, não sendo necessária a apresentação da nota fiscal. Os consumidores devem ficar atentos ao prazo para reclamações, que é de 90 dias para produtos duráveis e 30 dias para os não duráveis.

    Quem optou por comprar o presente fora do estabelecimento comercial, como internet, telefone e folhetos, tem prazo de sete dias, a contar do recebimento do produto, para desistir da compra. No caso de troca, as responsabilidades dos encargos de frete são do consumidor, a não ser que o fornecedor tenha se comprometido previamente. Já para a desistência da compra, os encargos são competência de quem vendeu o produto, sendo ressarcido inclusive o valor do frete, caso tenha sido pago pelo cliente.

    Lojas fechadas nesta quarta

    Lojas fechadas natalSegundo o presidente do Sindicato do Comércio de Juiz de Fora (Sindicomércio-JF), Emerson Belloti, por estarem sujeitos à multa, alguns lojistas realizaram revezamento de funcionários no domingo, 23, e nesta quarta. "Realizamos um acordo no qual os vendedores não podem trabalhar em ambas as datas para não sobrecarregá-los e, por isso, os comerciantes realizaram uma escala", diz. Em alguns estabelecimentos, onde a equipe é reduzida, os empresários optaram por não abrir as portas durante esta quarta. "Como não podíamos dar folga na véspera do Natal, acabamos não podendo abrir hoje", explica a gerente de uma loja de roupas.

    Balanço positivo de vendas

    Conforme informações divulgadas pela Câmara dos Dirigentes Lojistas de Juiz de Fora (CDL/JF), o saldo durante o período do Natal foi positivo no comércio da cidade e o crescimento nas vendas atingiu o esperado, em torno de 6% a 8%. Em alguns segmentos, o movimento superou as expectativas, como o de vestuário, perfumaria e acessórios.

    Para o presidente da CDL, Vandir Domingos, esta última semana do ano pode colaborar para o crescimento ser ainda maior. "Este momento de troca dos presentes é muito importante para a fidelização de clientes, ao mesmo tempo em que é uma oportunidade de fazer uma nova venda. Tudo depende do diferencial no atendimento das lojas", explica, por meio de sua assessoria. Segundo informações do Sindicomércio, a expectativa é que o balanço do saldo natalino seja divulgado até o final desta semana.

    Compras para o Réveillon

    Os juiz-foranos também estão lotando as lojas, já se preparando para as festas da virada do ano. "Tivemos muitas clientes hoje procurando por blusas e vestidos brancos. A expectativa de venda para a data está alta", garante Michele. Já Lúcio Gomes explica que, entre os homens, as blusas mais procuradas são as brancas e as amarelas. Além disso, Domingos já chama a atenção para o início de 2013. "Os lojistas já se preparam para as grandes liquidações de janeiro, que pretendem movimentar o comércio."

    Os textos são revisados por Juliana França

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.