Segunda-feira, 1 de março de 2010, atualizada às 19h

Projeto vai formar líderes comunitárias para atuarem no combate à violência contra a mulher

Aline Furtado
Repórter

No Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, será lançado, em Juiz de Fora, o projeto Promotoras Legais, pela Coordenadoria Especial da Mulher. O objetivo é formar lideranças comunitárias para disseminação de informações sobre violência de gênero e direitos da mulher.

De acordo com a coordenadora Especial de Políticas para a Mulher, Sônia Parma, a previsão é de que o edital de seleção seja lançado até o final do mês de março. "A intenção é dar prioridade às mulheres que já atuam como líderes. Pretendemos oferecer a formação para que, posteriormente, elas atuem como disseminadoras das ações."

O Promotoras Legais vai formar 50 líderes em um curso que abordará situações de violação de direitos, o conhecimento de leis, além de medidas de orientação de vítimas e familiares quanto à busca de proteção junto aos órgãos públicos. O curso terá duração de seis meses.

Programação especial

Além do lançamento do projeto Promotoras Legais, o mês de março será marcado por diversas atividades, promovidas pela Coordenadoria Especial da Mulher, em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e outras entidades juizforanas. Fazem parte das ações panfletagem sobre a Lei Maria da Penha, apresentações musicais e teatrais, incentivo à doação de sangue, feira de artesanato, inauguração de um ateliê de costura, exibição de filmes, entre outras.

No dia 8 de março, será realizada a entrega do Troféu Mulher Cidadã a mulheres que se destacaram em suas atividades profissionais e sociais no ano de 2009.

Confira a programação completa em homenagem às mulheres

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.