Terça-feira, 14 de setembro de 2010, atualizada às 19h30

No Dia da Não Violência contra a Mulher, o sentimento é de conscientização

Pablo Cordeiro
Repórter

Na próxima quarta-feira, 15 de setembro, é celebrado em Juiz de Fora o Dia Municipal de Não Violência contra a Mulher. Para que a data não seja esquecida e encontre significado na mente de muitas mulheres que sofrem com a violência, eventos (confira programação abaixo) irão oferecer apoio e orientação sobre a Lei Maria da Penha, legislação que ampara o público feminino acerca de abusos.

Segundo a coordenadora do Creas Idoso Mulher, Maria Cláudia Siqueira Dutra, muitas mulheres ficam inseguras e não têm orientação suficiente em como proceder em casos de agressão. "Por isso, nossa intenção é levar suporte e fazer com que elas entendam a Lei Maria da Penha. Mudanças no comportamento da sociedade precisam ser feitas", explica.

Maria Cláudia destaca que a procura por auxílio no Creas é maior pelos idosos, mas que no caso das mulheres, a decisão deve vir da própria vítima. "Existe um bloqueio grande por parte das mulheres. Como só a vítima pode representar, não adianta parente ou vizinho saber do caso." Para denunciar uma agressão, a vítima deve fazer um boletim de ocorrência (BO) junto à Polícia Militar. De posse do BO, deve se dirigir à Delegacia de Mulheres para fazer uma representação contra o agressor ou agressora.

Nos casos de violência comprovada, a vítima pode solicitar medidas protetivas de urgência para que o agressor seja afastado do lar; restrições ou suspensão para o agressor do direito de visitar os filhos; impossibilidade do agressor fazer uso de procurações conferidas pela ofendida. O telefone para denúncia é o 0800-283-7991.

Locais de apoio

Os serviços municipais de referência à mulher vítima de violência são o Creas Idoso/Mulher, que fica na Praça Antônio Carlos 371 – Centro (32-3690- 8483), o Creas Norte localizado na rua Dona Ambrosina Nunes Lima 44 – Jóquei Clube (32-3223-3491), além da Coordenadoria Especial da Mulher, ligada à Secretaria Municipal de Governo. 

Programação

Quarta-feira (15 de setembro) - 8h30 e 14h30, na Casa do Pequeno Artista e 15h30 no Centro de Convivência do Idoso - bate-papo com os assistidos do programa sobre questões relativas à não violência contra a mulher, passando informações sobre a Lei Maria da Penha e como agir em casos de agressão.

Quarta-feira (15 de setembro) - Unidade de Atenção Primária à Saúde (Uaps) do Jóquei Clube, no Centro Regional Norte, em Benfica, e no Cras Norte - panfletagem e orientação sobre os direitos das mulheres durante todo o dia.

Quinta-feira (16 de setembro) - 15h, no salão do campo de São Carlos, no bairro de Lourdes - encontro com um grupo de pessoas atendidas pelo Cras Sudeste.

Os eventos são parceria da AMAC e a Secretaria de Assistência Social (SAS).

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.