Tiago Guimarães Tiago Guimarães 4/11/2013

Marketing Pessoal: Você contrataria alguém como você?

marketingA busca pela empregabilidade deve ser o alvo de todos os profissionais, pois esta aumenta as chances de se manter no atual emprego, ou até mesmo, de melhorar as oportunidades oferecidas. Quando ouve-se sobre empregabilidade, podemos definir como o ato de se manter necessário no mercado de trabalho. Mas como fazer isso? O que um bom profissional pode fazer para ser procurado? Quais atributos eu devo ter para que os outros me deem as oportunidades?

Uma boa resposta a estes questionamentos é estabelecer um Marketing Pessoal. O marketing é um conjunto de estratégias e ações visando promover o lançamento, desenvolvimento e sustentação de um produto ou serviço no mercado consumidor. Podemos aplicar este mesmo conceito para concluir a definição de marketing pessoal: projeção estratégica de sua imagem, tomando para si próprio como se fosse um produto ou serviço, cujo objetivo é aumentar a aceitação e fortalecer esta imagem para o público em geral ou para um determinado segmento.

De acordo com a consultora organizacional Leila Navarro, criar e difundir uma imagem profissional positiva é o objetivo de quem faz marketing pessoal. Para tanto, normalmente investimos no modo de nos apresentar, cuidamos do vestuário, aperfeiçoamos a maneira de falar e cultivamos uma ampla rede de contatos, o famoso networking. Essas atitudes são importantes, sem dúvida, mas não são tudo, pois compõem a parte "exterior" do marketing pessoal. É preciso cuidar também da parte "interior", da postura que vem de dentro.

Seguem algumas dicas para estabelecer um bom marketing pessoal, melhorando assim a sua imagem e garantia a sua empregabilidade:

Relacionamento Interpessoal: As pessoas gostam de estar perto de você? No ambiente organizacional, busque ser uma pessoal confiável, na qual os colegas de trabalho vejam algo que o caracterize como um exemplo a ser seguido.

Marketing Pessoal é diferente de autopromoção: Não procure ser sempre o centro das atenções, isto pode soar como valorização excessiva de sua imagem. Procure apresentar com sutileza os bons trabalhos executados, mas cuidado com o exagero.

Profissionalismo: Você se satisfaz em cumprir a sua parte ou procura fazer mais do que é pedido? Busque sempre a excelência e não se contente em fazer somente o que esperam dos seus trabalhos. Surpreenda, supere as expectativas. Profissionais que atendem as expectativas estão cheios no mercado, por isso seja aquele que irá "encantar" a todos que estão a sua volta.

Networking: a rede de contatos ou relacionamentos é importante em qualquer fase da vida profissional. Lembre-se de estabelecer uma boa imagem com todos que estão a sua volta, pois um dia poderá ser necessário o auxílio de algum deles.

Marketing Pessoal é divulgar a sua imagem diante das oportunidades para que outros possam integrá-lo em seus planos. Mas a grande pergunta é "Você contrataria alguém como você?" Pense o que uma pessoa deveria ter de qualidade caso você fosse o empregador, liste estes perfis e busque aprimorar estas qualidades. Com certeza características como bajulação, querer aparecer, falar exageradamente de si, propaganda enganosa, ações contrárias a ética, não farão parte do que espera.


Tiago Guimarães é formado em Gestão de Recursos Humanos pela Faculdade Estácio de Sá de Juiz de Fora. Pós-graduado em Gestão de Logística pela UNICID (São Paulo), Pós-granduando em Gestão Pública pela Universidade Federal de Juiz de Fora e Especialização em Docência na Educação Profissional SENAI/CETIQT. Consultor de RH, Professor Universitário e Técnico, Empresário. Experiência nas áreas administrativas, recursos humanos e logística. Professor no Centro de Formação Profissional Senai de Juiz de Fora e na Faculdade do Sudeste Mineiro (FJF e FACSUM). Sócio-proprietário da loja Fraldas e Cia.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.