• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios
    Segunda-feira, 16 de outubro de 2012, atualizada às 11h55

    Horário de verão deve reduzir até 4% no consumo de energia elétrica em Minas Gerais


    Da Redação
    Relógio

    A partir da zero hora deste domingo, 21 de outubro, os relógios de quem mora nas regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste, além do estado de Tocantis, deverão ser adiantados em uma hora. Nesta data, entra em vigor no país, o horário de verão, que se estenderá até 17 de fevereiro do ano que vem. Com essa medida, a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) estima uma redução na demanda diária máxima de energia de até 4%, o que corresponde a cerca de 320 megawatts (MW), em Minas Gerais.

    Essa energia equivale, por dia, a uma redução no horário de pico, ou seja, das 18h às 22h, comparável à demanda no mesmo horário de Juiz de Fora. Em termos de geração, equivale a 2,4 usinas do porte da usina térmica Igarapé, com 131 MW de potência.

    Além disso, a assessoria da Cemig afirma que durante os 119 dias de horário de verão espera-se uma economia de energia de até 0,5%, o que corresponde a 88 mil megawatts-hora (MWh), o que seria suficiente para abastecer a capital mineira durante dez dias. Para o consumidor residencial, por sua vez, a redução mensal pode chegar a 5%, sem a mudança dos hábitos de consumo.

    Horário de verão

    Esta é a 42ª edição do horário de verão que, desde 2008 inicia no terceiro domingo de outubro e termina no terceiro domingo de fevereiro. Essa medida é adotada em cerca 84 países do mundo, sendo que os países do hemisfério norte adotam a medida entre março e outubro, enquanto no hemisfério sul o horário de verão é adotado entre outubro e março.

    Dicas para economizar energia

    • Reduzir termostatos: seja no chuveiro, aquecedor, condicionador de ar, geladeira ou freezer, reduzir um grau centígrado na temperatura do termostato pode representar uma economia de até 5% da sua conta;
    • Desligar quando não estiver em uso: equipamentos elétricos e eletrônicos produzidos no Brasil antes de 2001 tendem a consumir bastante energia, mesmo quando em stand-by. Os aparelhos mais modernos também consomem alguma energia durante todo o tempo em que estão ligados na tomada, podendo aumentar o consumo em até 35%. Conectar carregadores, sintonizadores de TV a cabo, computador, aparelho de TV ou de DVD em uma régua ou estabilizador que disponha de chave liga/desliga pode ser uma forma prática de interromper este circuito sem tirá-lo fisicamente da tomada;
    • Iluminação: evite acender lâmpadas durante o dia, aproveitando ao máximo a iluminação natural. Prefira as lâmpadas fluorescentes compactas, pois elas duram mais e gastam menos energia. Pinte paredes e tetos com cores claras, que refletem melhor a luz, diminuindo a necessidade de iluminação artificial;
    • Geladeira: evite abrir a geladeira frequentemente. Quando for usar o eletrodoméstico, retire de uma só vez os alimentos de que precisa. Para saber se a borracha de vedação está em bom estado, faça o seguinte teste: coloque uma folha de papel entre a porta e a geladeira, feche a porta e tente retirar a folha, se ela sair com facilidade, está na hora de trocar a borracha. Repita o teste em vários pontos da porta da geladeira. Não utilize a grade traseira para secar roupas ou calçados;
    • Tomadas e fios: tomadas quentes são sinônimo de desperdício. Por isso, evite o uso de benjamins. Emendas mal feitas ou com fios de bitolas diferentes causam perda de energia;
    • Celulares e câmeras: nunca deixe seu aparelho "dormir" carregando. Ou seja, dê a carga e retire-os da tomada. Para câmeras digitais aplica-se a mesma regra do celular. Só carregue o tempo necessário especificado no manual;
    • Computadores: quando não estiver usando, mantenha o monitor desligado e o estabilizador desconectado da tomada. Dê preferência aos notebooks que consomem menos energia. Um computador ligado durante uma hora por dia consome em média 5 kWh por mês. No decorrer de um ano, a economia decorrente do desligamento do computador durante uma hora a menos será de 60 kWh. Não deixe os acessórios do computador, como impressora e estabilizador ligados sem necessidade.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.