• Assinantes
  • Negócios
    Roberto Monti Roberto Monti 13/09/2013

    O varejo e a tecnologia

    mercadoFocando o Cliente, a integração site e loja física é fundamental para o sucesso. Entrar na loja, ser reconhecido, receber ofertas de acordo com seu perfil e histórico de compras – é assim que o Cliente será tratado nas empresas. Pesquisas apontam que 70% usam celular enquanto compram. O varejo precisa se adaptar ao "omni-channel".

    De acordo com recentes pesquisas, o varejo é atualmente o setor mais dinâmico da nossa economia e ficou claro que uma fatia considerável do consumo é feita por impulso e não por necessidade.

    O consumidor brasileiro não é afeito ao planejamento para ir às compras e o preço continua sendo o principal atrativo na hora de encher o carrinho, dando preferência àquelas lojas que ofereçam preços baixos todos os dias e que a loja seja a mais próxima de sua residência. .

    A mudança do consumidor fez com que as empresas neste segmento, principalmente as grandes e médias revissem suas estratégias de atuação. O aumento na frequência aos supermercados criou a oportunidade da venda de produtos relacionados, levando ao fortalecimento do conceito de gerenciamento de categorias, a tentativa de criar mecanismos de fidelização por meio dos cartões próprios e o aumento da velocidade de reposição dos estoques por sistemas informatizados. Marcas próprias, serviços adicionais como lavanderia, padaria, rotisserie, farmácia, combustível etc são alguns dos diversos serviços oferecidos além de novas categorias ou mesmo apresentação de produtos como frutas ou verduras descascadas/limpas e outros voltados para o público single – categoria que está em crescimento – além dos produtos orgânicos.

    Além destes detalhes é necessário lembrar que as organizações mudaram a sua estratégia de oferecer apenas o "melhor produto" para a "solução total ao Cliente". O consumidor moderno prioriza a compra de produtos que proporcionem melhor qualidade de vida e melhor aproveitamento do tempo.

    Será esta a melhor receita para se destacar no mercado altamente concorrido como é o de supermercado? Existe uma outra opção?

    Surge a grande dúvida: como proporcionar tudo o que o consumidor deseja, se ele é único, diferente e exige cada vez mais em suas compras?

    As lojas precisam se adaptar ao novo consumidor conectado e a integração da logística é uma dificuldade atual.

    A tecnologia usada em outros países será testada em breve em nossos supermercados como um auxílio ao Cliente na sua decisão de compra. Comprar sem sair de casa, um cartão recarregável para compras, um centro para o preparo de pratos e cursos de culinária e uma rotisserie servindo pratos rápidos e práticos aos Clientes, não seriam um diferencial competitivo?

    O varejo moderno não é apenas um centro de compras mas sim um centro de criação e difusão de imagem de marcas. As lojas cada vez mais necessitam encantar os Clientes, convencê-los a entrar, olhar e consumir! O consumidor deve interagir com o ponto-de-venda e sentir-se participante de um espaço criado para suas necessidades e aspirações.

    Empresário/Executivo: Qual a melhor maneira de comunicar tudo isto ao Cliente?


    Roberto Monti é consultor de Marketing. Coautor do livro (IN) Fidelidade, Uma Questão de Qualidade Clientes Sonham, Empresas Concretizam. Editora Virgo, SP, 2000.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.