Câmara de JF irá informar cargos e salários de todos os servidores

A Casa Legislativa também terá uma reestruturação no organograma, com a realocação de alguns funcionários e a criação de novos cargos

Andréa Moreira
Repórter
9/05/2013
Câmara Municipal de Juiz de Fora

A partir do mês de junho a Câmara de Juiz de Fora passa a divulgar o nome e salário de todos os servidores da casa, concursados ou não. A medida visa o cumprimento da Lei 12.527, de 18 de novembro de 2011, que regula o acesso à informação. "Estamos apenas fazendo o que a lei determina. Afinal, a transparência é algo que sempre deve estar presente na administração pública," afirma o presidente da Câmara, Júlio Carlos Gasparette (PMDB).

Com esta implantação, a população poderá pesquisar no site da Câmara, o nome, a carga horária, a função desempenhada e o salário de cada servidor. "Dependemos que o Departamento Pessoal repasse as informações, para que possamos implantar no site. Isso demandará cerca de um mês," avalia Gasparette.

Ainda, de acordo com o vereador, a Câmara também irá passar por uma reestruturação do organograma. Como a criação de novos cargos, divisão de setores e realocação de funcionários. "Os departamentos desta casa são os mesmos há muitos anos. Então, temos que nos adequar a nova realidade, para atender bem não só os vereadores, como também a população," destaca.

De acordo com o presidente, setores que demandam muito trabalho, como o de arquivo, será desmembrado; enquanto que a informática e o jornalismo serão remodelados. "Vamos aprimorar, por exemplo, a área de cerimonial. Mas todas as modificações serão feitas aproveitando os funcionários do setor."

Novos servidores

A Câmara também irá contar com cerca de dez novos cargos. Os quais serão alocados em três supervisões - em processo de implantação - e os demais, serão técnicos distribuídos na Casa Legislativa. Um dos cargos que será criado será o de assessor especial, ocupado por uma pessoa com formação em engenharia. "Nós recebemos muitos projetos de obras. Daqui a alguns meses, por exemplo, teremos novos viadutos e mais o mergulhão. Então, para que possamos analisar o projeto com a devida competência, temos que ter uma pessoa que entenda da área de engenharia, para auxiliar nossos estudos," enfatiza o presidente.

O novo quadro de servidores da Câmara também terá dez pessoas aprovadas no último concurso e outras seis que serão chamadas imediatamente. Gasparette ainda afirma que a Casa deve realizar, no segundo semestre de 2013, um novo concurso público. "Estamos precisando de servidores nas áreas jurídica, técnica e de atendimento. Sem contar que a Câmara possui poucos funcionários concursados," ressalta Gasparette. Todas estas mudanças serão votadas nas sessões extraordinárias desta sexta-feira, 10 de maio.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.