• Assinantes
  • Saúde
    Amanda Beloti Amanda Beloti 6/08/2015

    Labirintite – Causas e prevenções

    A labirintite é uma doença do ouvido, que afeta o labirinto e suas estruturas responsáveis pela audição (cóclea) e pelo equilíbrio (vestíbulo). Nem toda doença do ouvido interno é uma labirintite. O termo correto para doenças do ouvido interno é labirintopatia, sendo a labirintite uma delas.

    As causas da labirintite ainda não são totalmente claras. Mas sabe-se que infecções e inflamações como a otite e o resfriado são grande desencadeadores. Outros fatores, ainda que com menos frequência, podem causar a labirintite. São eles: tumores, doenças neurológicas, compressões mecânicas, alterações genéticas, alergias e uso de medicamentos perigosos para a saúde do ouvido interno.

    As áreas do ouvido interno ficam inflamadas e irritadas, fazendo os nervos do vestíbulo enviarem sinais incorretos ao cérebro, como se o corpo estivesse se movendo. Por isso sentimos tudo "rodando". Mas, outros sentidos como a visão, não detectam esse movimento inexistente, causando uma confusão entre os sinais recebidos e uma conseqüente perda de equilíbrio.

    A labirintite pode ser causada por mais de 300 fatores. Alguns fatores de risco para desenvolver-se labirintite:

    • Idade acima de 40 anos
    • Hipoglicemia
    • Colesterol alto
    • Hipertensão arterial
    • Diabetes
    • Triglicerídeos altos
    • Otite
    • Consumo excessivo de álcool
    • Tabagismo
    • Consumo excessivo de cafeína
    • Uso de alguns antibióticos, antiinflamatórios e remédios de ansiedade
    • Altas taxas de ácido úrico
    • Má alimentação
    • Jejum prolongado
    • Consumo de açúcar em excesso
    • Crise emocional
    • Ansiedade
    • Depressão

    O principal sintoma de uma crise do labirinto é a tontura. A pessoa sente como se tudo ao seu redor estivesse girando. Pode vir acompanhada de outros sintomas:

    • Náusea e vômito
    • Suor excessivo
    • Alterações gastrointestinais
    • Perda de audição
    • Desequilíbrio
    • Zumbidos
    • Queda de cabelo

    A labirintite surge de repente, sem avisos, e pode durar de minutos a dias. Apesar de não causar desmaios, o repouso é recomendado devido à intensa tontura.

    Ao sentir um dos sinais citados acima, com sensação de desequilíbrio, atordoamento, instabilidade, como se estivesse pisando no vazio e caindo, um médico deverá ser consultado. Ele fará o diagnóstico diferencial, para descartar diversas outras doenças, e ter certeza que se trata de uma crise de labirintite aguda.

    Antigamente dizia-se que labirintite não tinha cura. Recomendava-se ao paciente o repouso absoluto, porque ao se levantar os sintomas piorariam. Hoje se sabe que permanecer ativo ajuda o paciente a melhorar. Existem exercícios caseiros que podem ser feitos todo dia e que melhoram as noções de equilíbrio do paciente:

    A alimentação correta também faz parte dos cuidados para evitar crise aguda de labirintite:

    Além disso, existe a fisioterapia pra reabilitação vestibular, que melhora a percepção corporal e o equilíbrio, evitando assim as crises. A atividade física com acompanhamento também é extremamente benéfica.

    Então, resumindo:

    O tema da semana que vem será Capsulite Adesiva, uma doença que acomete os ombros e pode ser um incômodo repentino na vida de muitas pessoas.

    Quem quiser saber sobre algum tema específico, pode pedir por e-mail para amanda.beloti@yahoo.com.br. Podem entrar em contato também pelo WhatsApp (32) 9135-4097. Terei o maior prazer em atendê-los. Obrigada! Até a próxima!


    Amanda Beloti é fisioterapeuta graduada em 2009 pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Cursa Especialização em Fisioterapia Traumato-Ortopédica pela mesma instituição. Instrutora Internacional de Pilates pela Pilates Plus (autorizada pela Associação Norte-Americana de Pilates). Sócia-proprietária do Consultório de Fisioterapia e Pilates STUDIO A. Saiba mais.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.