Terça-feira, 10 de maio de 2011, atualizada às 19h30

Sem acordo com Prefeitura, médicos continuam em greve e aguardam proposta do Executivo

Aline Furtado
Repórter
Ato dos médicos

Representantes do Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora reuniram-se nesta terça-feira, 10 de maio, com o titular da Secretaria de Administração e Recursos Humanos (SARH), Vítor Valverde, a fim de debater a respeito das pautas específicas da categoria.

"Infelizmente estamos enfrentando uma verdadeira crise na saúde e a Prefeitura alega não haver recursos para resolver a situação", critica o presidente do sindicato, Gilson Salomão.

Uma das reivindicações da categoria diz respeito à necessidade de estabelecimento da carreira dos médicos. "Mas não estamos sendo atendidos." Além disso, os profissionais cobram a definição de critérios para plantão nas unidades de urgência e emergência e a alteração do piso salarial.

"Diante da situação, estamos aguardando que a Prefeitura apresente, até esta quarta-feira, dia 11, uma proposta que atenda às necessidades da categoria." A assembleia dos médicos para avaliar a possível proposta do Executivo e os rumos do movimento grevista está marcada para esta quarta-feira, 11, às 19h30.

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.