Quarta-feira, 3 de agosto de 2011, atualizada às 11h19

Médicos contestam mensagens da PJF à Câmara sobre ESF e Urgência e Emergência

Victor Machado
*Colaboração
medicos protestando

Os médicos da rede municipal de saúde decidiram, em assembleia realizada na noite da última terça-feira, 2 de agosto, repudiar as mensagens que estão sendo encaminhadas pelo Executivo na Câmara Municipal de Juiz de Fora. As mensagens são sobre a remuneração dos médicos da Estratégia Saúde Família (ESF) e a gratificação dos servidores da Urgência e Emergência.

De acordo com o presidente do sindicato, Gilson Salomão, não existe clareza nas propostas e elas não teriam sido discutidas com a categoria. "Até hoje não temos noção ao certo do que se tratam essas propostas. Não foram esclarecidas e, muito menos, debatidas pela categoria." Salomão afirma, ainda, que a categoria aguarda para convocar os vereadores da bancada médica para acompanhar essas mensagens e debater com os médicos.

O sindicato realiza nova assembleia no próximo dia 16 de agosto às 19h30 na Sociedade de Medicina. Segundo Salomão, não existe previsão para nova reunião entre a categoria e a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF).

*Victor Machado é estudante do 8º período de Comunicação Social da Faculdade Estácio de Sá

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.