• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Quinta-feira, 6 de outubro de 2011, atualizada às 19h07

    Projeto de lei pretende conceder meia-entrada em eventos culturais a doadores de medula óssea de JF

    Jorge Júnior
    Repórter
    medula

    Foi assinado na tarde desta quinta-feira, 6 de setembro, Dia Nacional do Doador de Medula Óssea, na Câmara Municipal de Juiz de Fora, o projeto de lei que pretende tornar obrigatória a concessão de meia-entrada em eventos culturais a doadores de medula óssea. De acordo com o vereador proponente da matéria, do vereador Isauro Calais (PMN), o projeto prevê a validade do desconto para todos os espaços públicos de cultura, diversão, esportivos e semelhantes em Juiz de Fora.

    "O benefício terá duração de um ano após o cadastro para a doação. O intuito é estimular a doação para atender a demanda. Queremos chamar a atenção dos juiz-foranos para a importância da doação. A ideia é que a Fundação Hemominas entregue uma carteira, identificando o doador", explica.

    Em Juiz de Fora, de acordo com a responsável pelo setor de capacitação do Hemominas, Ana Eliza Alvim, existem 32.048 doadores cadastrados. Ana Eliza destacou a importância do projeto para a cidade. Segundo ela, todas as ações para ampliar o número de doadores é de grande valia para o município. Os interessados em se cadastrar devem comparecer à fundação, na rua Barão de Cataguases sem número, das 7h às 18h, com o documento original de identidade.

    HU vai realizar transplante de medula óssea alogênico aparentado

    O médico responsável pelo Serviço de Hematologia e Transplante de Medula Óssea do Hospital Universitário (HU) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Ângelo Atalla, anunciou que o Governo Federal autorizou a equipe juiz-forana a realizar a retirada e o transplante de medula óssea alogênico aparentado, tornando a cidade uma referência para a região, além de conceder a renovação para que o hospital continue realizando o transplante de medula óssea autogênica.

    De acordo com Atalla, a expectativa é de que o procedimento comece no próximo mês. "É uma conquista para o HU e para a sociedade, vamos ampliar a parceria com o Governo do Estado e a Prefeitura para que, no menor tempo possível, possamos iniciar este novo procedimento", destaca.

    De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea (TMO) na década de 70, o TMO garantia recuperação de 15% dos transplantados. Atualmente este índice subiu para 80%. O Serviço de Hematologia e Transplante de Medula Óssea do HU é referência do SUS de Juiz de Fora e da região para o atendimento aos pacientes que necessitam de consultas em hematologia.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.