• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Sexta-feira, 9 de maio de 2014, atualizada às 16h50

    Campanha de Vacinação é estendida até o dia 23. Juiz de Fora está abaixo da meta

    Lucas Soares
    Repórter

    A campanha de vacinação contra a gripe em Juiz de Fora foi estendida até o dia 23 de maio, após a cidade não atingir a meta mínima de aplicações de vacinas determinadas pelo Ministério da Saúde (MS), que é 80% do público-alvo.

    Segundo informações da Secretaria de Saúde (SS) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), foram vacinadas até o momento 54.133 pessoas, pouco mais de 39% das 138 mil pessoas que devem ser vacinadas.

    De acordo com o MS, devem ser vacinadas crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não-transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais.

    De acordo com a enfermeira do setor de imunização da PJF, Juliana Faria, novas ações estão programadas na cidade. "Amanhã vamos vacinar pessoas no Calçadão da rua Halfeld, entre 9h e 17h, no Santa Cruz Shopping, entre 13h e 17h e no Independência Shopping, entre 13h e 17h. Durante a semana, a vacinação ocorre normalmente nas Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS), no PAM Marechal, no térreo e no 3º andar, no Departamento de Saúde da Criança e do Adolescente e no Departamento de Saúde do Idoso", explica. Ainda segundo Juliana, 47% das pessoas que já foram imunizadas são idosos. 

    A campanha de vacinação é realizada no período que antecede o inverno porque a criação de anticorpos ocorre entre duas e três semanas após a aplicação da dose. O período de maior circulação da gripe é de final de maio a agosto. As pessoas com doenças crônicas devem apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS deverão se dirigir aos postos em que estão registrados, sem a necessidade de prescrição médica.

    Segurança

    A vacina é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos. Estudos demonstram que a vacinação contribui para a redução de até 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

    Após a aplicação da vacina, podem ocorrer, de forma rara, reações leves e passageiras, como dor no local da injeção, eritema e induração. A vacina é contraindicada apenas para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.

    Medias de prevenção

    A vacinação contra gripe é uma ação de prevenção da gripe, mas não dispensa medidas básicas de proteção. São cuidados simples, como lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evitar tocar o rosto e não compartilhar objetos de uso pessoal.

    A transmissão da gripe acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz).

    Em caso de síndrome gripal (febre acompanhada de sintomas respiratórios como tosse e dor na garganta), deve-se procurar um serviço de saúde o mais rápido possível, especialmente se a pessoa integra um dos grupos de maior vulnerabilidade para complicações, mesmo que tenha tomado a vacina. Os sintomas da gripe são: febre, tosse ou dor na garganta, além de outros, como dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. Já o agravamento ou complicação de um quadro de gripe pode ser identificado por falta de ar, febre que dura mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.