Quarta-feira, 6 de maio de 2009, atualizada às 18h55

Settra descarta possibilidade de construção de novo terminal no centro da cidade para ponto de ônibus interestaduais

Clecius Campos
Repórter

A Secretaria de Transportes e Trânsito (Settra) de Juiz de Fora descartou a possibilidade de construir um novo terminal para embarque e desembarque de passageiros de viagens interestaduais no centro da cidade. A informação é da assessoria de comunicação da Prefeitura.

Seguindo o decreto 2.521, de 20 de março de 1998, que regulamenta os serviços de transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) só permite a parada em perímetro urbano se um novo terminal for construído e se ele atender a lei. Segundo o decreto, "os terminais rodoviários, públicos ou privados, e os pontos de parada deverão dispor de áreas e instalações compatíveis com seu movimento e apresentar padrões adequados de segurança, higiene e conforto." A agência afirma ainda que as paradas centrais da cidade não oferecem proteção a passageiros e motoristas e dificultam a análise de passagens e documentos.

Na próxima quinta-feira, dia 7 de maio, a Settra vai encaminhar à comissão formada pelos vereadores Roberto Cupolillo (Betão - PT), Bruno Siqueira (PMDB), Flávio Checker (PT) e Rodrigo Mattos (PSDB) uma proposta de solicitação de paradas dos ônibus interestaduais na região central e sul da cidade. O documento será analisado pelos vereadores e posteriormente direcionado à ANTT. A participação do legislativo servirá como reforço para a negociação com o órgão federal. A intenção é tentar a liberação por um viés mais político e menos técnico.

De acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura, a proposta é pedir a autorização para embarque e desembarque de passageiros nos mesmos pontos em que as paradas eram praticadas antes da proibição da ANTT, inclusive no terminal que fica atrás da Praça da Estação, no centro da cidade. Seriam mantidas as restrições de horário (permitidos entre as 22h e as 6h) e de acomodação e retirada de bagagem.

De acordo com o vereador Flávio Checker, os administradores deste terminal manifestaram interesse em realizar uma reforma no local a fim de que o equipamento seja adequado às normas da agência reguladora. "É fundamental, no entanto, que a ANTT tenha sensibilidade e disposição para discutir novamente o assunto."

O vereador Roberto Cupolillo (Betão - PT) vê a necessidade de a Prefeitura investir na adequação dos pontos, para que a ANTT libere as paradas. "É um desperdício não usar o terminal próximo a Praça da Estação para essa finalidade."

Assim que receber o documento, a comissão deverá analisar e discutir o pré-projeto com o Comitê Popular pelo Retorno das Paradas dos Ônibus no Centro. A ideia é enviar um parecer à Settra ainda esta semana. "Vamos melhorar a proposta, fazer pequenas alterações e sugerir a utilização do terminal que fica atrás da Praça da Estação." Os legisladores vão tentar ainda ampliar o horário de liberação das paradas. "A proposição atual não contempla muitas pessoas que precisam viajar todos os dias", afirma Betão.

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.