Rafaela Alves Rafaela Alves 18/06/2014

Os desafios e superações da dança

Dançar é um ato de coragem. Ao se colocar frente ao público em cima de um palco, o bailarino se despe de todas as suas certezas, de todo seu orgulho e se expõe. E se expor é algo muito difícil para o ser humano. Nós temos medo... Medo de errar, medo de cair, medo do que vão pensar, medo de o público não gostar.

No palco estamos vulneráveis à maneira com a qual o público vai interpretar casa passo, cada movimento. Sempre há essa insegurança do "será que vão gostar do que eu preparei?". Acho que todo dançarino e artista passa por isso. São horas e horas de ensaio, muitos erros e acertos na busca pelo melhor, para levar às pessoas o divertimento, a arte e a emoção.

Se pensarmos somente nesse aspecto, ser artista, de uma maneira geral, seria loucura... Quem nunca viu um artista em cima do palco fazendo algo belo e pensou: "eu nunca conseguiria fazer isso, esse bailarino faz parecer fácil, mas deve ser difícil."

Para não enfrentar o medo de tentar, logo tratamos de encontrar desculpas para convencer a nós mesmos: "sou gordinho, baixinho, alto, magro, desastrado, não tenho ritmo, etc". Mas você já parou pra pensar o que seria da arte se não existissem os "loucos" dispostos a tentar? Já pensou também em como é bom superar medos e incertezas, se entregar, emocionar e ao final ouvir uma calorosa salva de palmas?

Dançar é isso, a eterna arte de se desafiar e se superar a cada dia. Ver um passo novo e tentar, tentar, tentar até conseguir. E depois que conseguir, treinar até conseguir fazer com que as pessoas pensem que o que você está fazendo é fácil. Aí está a verdadeira arte: na ausência de estagnação, na eterna busca pelo aperfeiçoamento.

E não importa a modalidade de dança, sempre terá uma que será o seu estilo. A dança é de todos e para todos, é uma arte popular. Não importa o seu tipo físico ou se você é mais novo ou mais velho, se já dançou quando criança ou se vai começar aos 60 anos. Não tenha medo, se desafie, busque o novo e deixe a dança conduzir o ritmo da sua vida.


Rafaela Alves é professora e bailarina de Dança do Ventre e Folclore Árabe desde 2001. Conquistou o padrão de qualidade em dança da renomada Casa de Chá Khan el Khalili/SP em 2013. Proprietária do Studio de Danças Rafaela Alves. Formada em Direito pela UFJF.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.