Rafaela Alves Rafaela Alves 19/07/2014

Reflexões sobre a vida

dancaNa coluna deste mês, resolvi dividir com vocês algumas reflexões que vão além da minha vida de bailarina, embora sem deixar de fazer parte dela. Algumas questões que julgo de suma importância para melhorar os nossos dias e também o das pessoas que convivem conosco.

Você já parou para pensar em quanta energia gastamos com coisas que não vão nos acrescentar nada de bom? Todos os dias, ouvimos as pessoas dizerem que o mundo está perdido, que as pessoas julgam sem conhecer, que ninguém mais se preocupa com o ser, mas somente com o ter... E por aí vão se acumulando inúmeras cargas de más energias no nosso organismo e na nossa alma.

Nós tomamos essas afirmações como verdades e um sentimento de conformismo se instala nos nossos corações. Pensamos: quem sou eu pra mudar o mundo? Já está tudo perdido, não tem mais jeito. Vou viver a minha vida e deixar o resto pra lá.

Mas, se refletirmos bem, veremos que não é esse o rumo que se deve tomar.

Nós recebemos do Universo o que damos a ele. Então, a conclusão é: o mundo não está perdido. Nós é que estamos.

Todos que cruzam o nosso caminho têm suas vidas, suas dores, sua história. E só você sabe a carga que a vida lhe impõe naquele momento.

Por que não dar mais amor, carinho e sorrisos a todos que estão ao nosso redor? Ninguém é perfeito, mas não levamos nada dessa vida a não ser o bem que fizemos. E tudo que é feito com amor rende bons frutos; é inevitável. Às vezes, podemos mudar o dia de uma pessoa, com um simples bom dia, um abraço, um sorriso, um gesto de carinho.

Então ame, dance, cante, sorria com a alma, queira bem, faça o bem, seja o bem. Sem medos, sem barreiras desnecessárias. A vida é muito curta pra economizar essas pequenas delícias. Se aceite, mas procure sempre melhorar seus defeitos. Respeite, aprenda a admirar sinceramente, encante-se, encante. Jogue a inveja, a falta de humildade, o orgulho, o preconceito e tudo que for ruim pra bem longe. Eleve seu pensamento e sua alma se elevará.

Para mudar o mundo, a mudança deve começar dentro de cada um de nós.


Rafaela Alves é professora e bailarina de Dança do Ventre e Folclore Árabe desde 2001. Conquistou o padrão de qualidade em dança da renomada Casa de Chá Khan el Khalili/SP em 2013. Proprietária do Studio de Danças Rafaela Alves. Formada em Direito pela UFJF.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.