• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação
    Quinta-feira, 16 de maio de 2013, atualizada às 18h20

    Professores municipais entregam abaixo-assinado à Câmara

    Andréa Moreira
    Repórter
    Sinpro

    Uma comissão do Sindicato dos Professores de Juiz de Fora (Sinpro-JF) entregou um abaixo-assinado, com cerca de mil assinaturas, para o vereador João Evangelista de Almeida (João do Joaninho-DEM), presidente da Câmara Municipal em exercício, na tarde desta quinta-feira, 16 de maio. "Este documento é composto pelas assinaturas dos cidadãos de Juiz de Fora, que desde o início da greve têm mostrado apoio a nossa greve. E aqui está uma das prova," destaca um dos coordenadores do Sinpro-JF, Oleg Abramov.

    De acordo com João do Joaninho, o documento agora será apresentado em plenário para o conhecimento de todos os vereadores. "Poderemos fazer uma representação deste abaixo-assinado e encaminhá-lo para a Prefeitura. Afinal, estamos aqui para representar o povo."

    Assembleia

    Na assembleia desta quinta-feira, os professores municipais decidiram pela manutenção da greve. Segundo o vereador Roberto Cupolillo (Betão-PT), que também é um dos coordenadores do (Sinpro) as negociações estão quase finalizadas. "Nós concordamos com a proposta desenvolvida no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Apenas queremos fazer alguns reajustes de valores. Isso não vai onerar mais os cofres públicos, os valores serão os já estipulados. Apenas pretendemos fazer uma distribuição mais justa, para que beneficie principalmente os professores que ingressam na rede municipal de ensino."

    Uma nova reunião entre os representantes do Sinpro e os secretários de Administração e Fazenda está marcada para a noite desta quinta-feira. Os professores realizam mais uma assembleia, na sexta-feira, 17, a partir das 15h30, no Pró-Música.

    Manisfestação Sinpro Assembleia Sinpro-JF

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.