• Assinantes
  • Esporte
    Terça-feira, 28 de junho de 2011, atualizada às 17h18

    Tupi anuncia o banco BMG como novo patrocinador para a Série D

    Victor Machado
    *Colaboração
    Custódio Mattos e Áureo Fortuna

    O Tupi anunciou na tarde desta terça-feira, 28 de junho, o acordo com o banco BMG, o novo patrocinador para a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro 2011. O contrato, que ainda não tem valor definido, vai até o fim desta temporada e existe a possibilidade de um projeto com o banco para o centenário em 2012.

    De acordo com o presidente do clube, Áureo Fortuna, o orçamento necessário para a disputa do torneio é de R$ 760 mil. "Com esse valor, temos condições de ter um time forte e todas as contas e contratos pagos em dia."

    Fortuna comenta que, para completar esse orçamento mínimo, o Tupi precisa arrecadar em torno de R$ 250 mil. "A nossa expectativa era de conseguir um novo parceiro. Conseguimos e agora vamos negociar para ver qual será o valor do contrato. É mais um parceiro que vem para somar nessa luta."  

    O diretor executivo do BMG, Nélio Brant, que inclusive já foi presidente do Atlético Mineiro, afirma que o anúncio é o início de um patrocínio que visa o próximo ano. "Aceitei o convite do patrocínio assim que fui acionado, porque conheço o técnico Ricardo Drubsky, a Prefeitura de Juiz de Fora e penso que é possível um projeto maior para o próximo ano."

    Existe a possibilidade da criação de um projeto que envolva futebol e vôlei no ano do centenário. "Vamos negociar os valores para essa temporada e depois pensar no futuro em uma coisa muito interessante para o clube e para a cidade. Existe a vontade do Tupi trabalhar e fortalecer a questão do vôlei também", comenta Brant.

    Apoio

    Fortuna destacou o esforço feito para que o Tupi pudesse participar da competição. "Este ano dependíamos da desistência de outro clube. Além disso, tivemos um desafio enorme para conseguir a viabilização financeira e tivemos o apoio incondicional da Prefeitura nessa busca por parceiros, que pode possibilitar ao Tupi subir para a Série C às portas do centenário."

    O prefeito Custódio Mattos comentou o auxílio do Executivo em busca de novos parceiros para o clube. "A Prefeitura já ajuda o Tupi, mas não pode aumentar esse investimento. Portanto, usamos a nossa influência e o contato que temos com o BMG para trazê-lo ao Tupi. É uma forma de fortalecer o esporte da cidade e o clube que ainda tenta seguir a tradição do nosso futebol."

    Saúde financeira

    Segundo o presidente do Tupi, um fator importante é a saúde financeira estabilizada. "Atualmente, temos todas as contas equilibradas e a Certidão Negativa de Débito, que muitos clubes não têm. Conseguimos reequilibrar uma situação que era desastrosa há pouco tempo." Para ele, o clube não vem extrapolando o orçamento e a busca por novos parceiros mostra o interesse em fortalecer a equipe sem comprometer a saúde financeira. O Tupi estreia na Série D do Campeonato Brasileiro no dia 17 de julho, contra o Itumbiara.

    *Victor Machado é estudante do 7º período de Comunicação Social da Faculdade Estácio de Sá

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.