Sexta-feira, 10 de agosto de 2012, atualizada às 19h

Cerca de 150 academias de ginástica de Juiz de Fora serão vistoriadas

Lorranna Medeiros
*Colaboração
Academia

O Conselho Federal de Educação Física (Confef) está coordenando visitas rotineiras a academias e clubes privados e públicos, com objetivo de vistoriar os espaços e os profissionais dos estabelecimentos. Juiz de Fora é a segunda cidade de Minas Gerais com maior número de academias, cerca de 150.

O conselheiro e vice-presidente de ética do Conselho Regional de Educação Física de Juiz de Fora (CREF-JF), José Márcio Bastos dos Santos, afirma que as irregularidades mais comuns são os registros dos profissionais que exercem as atividades sem completar o curso superior ou sem a devida habilitação.

Outra irregularidade que pode ser observada é a situação dos estagiários e os termos de compromisso com a academia, além de não estarem acompanhados de supervisores. A academia que for autuada tem um prazo de 15 a 20 dias para responder ao enquadramento e se regularizar. Já a punição depende do quadro de multas e do que acontece no estabelecimento.

O relatório final da fiscalização só pode ser divulgado ao término de todas as fiscalizações e de uma convenção com os conselheiros. Para efetuar uma denúncia, o CREF disponibiliza no site um formulário sigiloso, que deve ser preenchido com o máximo de informações possíveis, facilitando, assim, a fiscalização.

*Lorranna Medeiros é estudante do 7º período de Jornalismo do CES

Os textos são revisados por Mariana Benicá

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.